Cereser troca de nome e tenta sofisticar a marca

Tradicional fabricante do espumante de maçã Sidra vai produzir um fermentado premium

A mais popular fabricante de espumantes brasileiros surgiu por acaso, depois de um incidente. Em1926, a plantação de quarenta pés de uva de uma família italiana em Jundiaí, a 60 quilômetros da capital, encalhou. A colheita era vendida a fábricas paulistanas de vinhos, que na ocasião não tinham dinheiro para pagar o lote. Com a carga parada em carroças, os produtores, liderados por João Cereser, decidiram fazer a própria bebida, iniciativa que acabou dando origem tempos depois à marca que levou seu sobrenome.

 

 

Atualmente, ela é responsável por noventa rótulos. O mais conhecido é o de maçã Sidra (6 reais). Depois de 88 anos, a empresa resolveu mudar o nome para CRS Brands. Isso faz parte de uma tentativa de sofisticar sua linha. Uma das novidades previstas é o lançamento, no segundo semestre, de um fermentado premium. As frutas não saem mais da pequena lavoura do grupo, mas de suas instalações espalhadas pelo interior do estado.

Comentários
Deixe um comentário

Olá, ( log out )

* A Abril não detém qualquer responsabilidade sobre os comentários postados abaixo, sendo certo que tais comentários não representam a opinião da Abril. Referidos comentários são de integral e exclusiva responsabilidade dos usuários que escreveram os respectivos comentários.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s