Como lidar com a ansiedade

Saiba mais sobre o problema, que atinge quase 10% da população brasileira

A ansiedade é uma emoção evolutivamente selecionada que se expressa como um conjunto de respostas corporais ao ambiente, destacando-se: elevação da frequência cardíaca, hiperventilação, agitação motora, mãos frias, sudorese e aperto no peito. Esse conjunto de reações corporais determina o aumento do estado de alerta, bem como da capacidade de atenção e de reação aos estímulos imprevisíveis do ambiente.

 

A resposta ansiosa, portanto, é útil à sobrevivência. Ela só se torna um problema quando sua ocorrência é incongruente com a realidade, por exemplo, quando alguém tem a expectativa permanente de que se sairá mal em provas, fazendo com que o processo de preparação seja desnecessariamente penoso e impedindo que a pessoa distribua adequadamente o tempo de dedicação aos estudos.

Outro exemplo consiste na ansiedade originada pela expectativa de não ter a aprovação dos outros. Essa expectativa autodepreciativa acaba por determinar um padrão de fracasso nos vínculos. Outro caso, ainda… O medo de voar tem sua base em uma ansiedade gerada pela expectativa de que um acidente ocorrerá caso a pessoa viaje de avião (o que é incongruente com a realidade, já que o avião é o mais seguro meio de transporte).

Em outras palavras, podemos dizer que a ansiedade se torna um problema quando é exagerada. Se isso acontece, significa que a pessoa está sofrendo com um dos tipos de transtornos de ansiedade: ansiedade generalizada, pânico, fobias e o mutismo seletivo. A ansiedade em si é uma resposta adaptativa e importante para a sobrevivência; quando exagerada ou sem base na realidade, torna-se patológica.

É fácil confundir ansiedade com medo, o que se vê completamente compreensível uma vez que os processos neurofisiológicos básicos são os mesmos. O componente principal da ansiedade é sua vinculação com o futuro, a expectativa de que algo ruim acontecerá. Já o medo ocorre diante da situação vista como perigosa. Você pode se sentir ansioso com a ideia de falar em público e, quando está na situação de fato, você sente medo.

O melhor meio de enfrentar a ansiedade disfuncional é com o apoio profissional. De qualquer modo, o caminho para a superação passa por mudanças de conduta em três frentes diferentes: hábitos cotidianos (sono, alimentação, atividade física, organização, finanças etc.), enfrentamento (padrões de enfrentamento da ansiedade) e gestão da crise (técnicas de controle da resposta ansiosa).

Quase 10% da população brasileira sofre com algum tipo de transtorno ansioso. É o equivalente à região metropolitana de São Paulo inteira. Esta prevalência, a maior do mundo, se mostra assustadoramente alta e, como a ansiedade pode levar à depressão, é provável que o Brasil se torne também o país mais deprimido do mundo em menos de uma década.

Há tempo para evitar este cenário catastrófico. Isso depende essencialmente de políticas públicas relativas ao bem-estar da população. Podemos resumir as possibilidades de sucesso no enfrentamento dos transtornos ansiosos no Índice de Desenvolvimento Humano (IDH) do Brasil. Mas, de qualquer modo, é importante que cada um de nós enfrentemos individualmente os transtornos ansiosos. A vida com ansiedade é incapacitante e compromete a felicidade. Portanto, se este é o seu caso, não adie a busca por ajuda profissional.

Comentários
Deixe um comentário

Olá, ( log out )

* A Abril não detém qualquer responsabilidade sobre os comentários postados abaixo, sendo certo que tais comentários não representam a opinião da Abril. Referidos comentários são de integral e exclusiva responsabilidade dos usuários que escreveram os respectivos comentários.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s