Até agora, A Caça é o melhor filme do ano

Há filmes que a gente vê, gosta e, depois de um tempo, somem na poeira. Outros permanecem dentro de nós por algum período ou por muitos anos. Em outubro do ano passado, a Mostra Internacional fez sua tradicional coletiva exibindo um longa-metragem inédito. O escolhido foi A Caça, que estreia amanhã. Um conselho: não deixe […]

Há filmes que a gente vê, gosta e, depois de um tempo, somem na poeira. Outros permanecem dentro de nós por algum período ou por muitos anos. Em outubro do ano passado, a Mostra Internacional fez sua tradicional coletiva exibindo um longa-metragem inédito. O escolhido foi A Caça, que estreia amanhã. Um conselho: não deixe de ver. Na minha opinião, é o melhor filme do ano – até agora. Espero que venham outros – até melhores. Mas este já tem um lugar garantido na minha memória.
A Caça é dirigido pelo dinamarquês Thomas Vinterberg, que ficou conhecido internacionalmente por Festa de Família, de 1998. De lá para cá, ele fez outros trabalhos, como Dogma do Amor e Submarino, que não chegaram a arrebatar. A Caça bem que poderia ter sido o candidato da Dinamarca ao Oscar, mas foi preterido pelo almofadinha O Amante da Rainha.

Mads Mikkelsen foi premiado como melhor ator no Festival de Cannes por seu papel em A Caça

O tema é perturbador. Estamos diante de suposto caso de pedofilia que arrasa e transforma a vida de um querido professor de uma escola primária. O papel é defendido com uma garra impressionante por Mads Mikkelsen, que levou o prêmio de melhor ator no Festival de Cannes. A Caça me lembrou Em um Mundo Melhor, também dinamarquês, que ganhou o Oscar de produção estrangeira dois anos atrás. Ambos têm temas incômodos e vão a fundo para expor problemas pessoais dos personagens. Exigem, igualmente, uma participação do espectador em compartilhar suas dores. É daquele tipo de filme que você sai da sessão querendo discutir, debater, conversar com alguém sobre o que viu.

Fiquei chocado, porém, com o mau tratamento que A Caça recebeu dos circuito exibidor. Em São Paulo, entra em cartaz apenas no Espaço Itaú de Cinema, na Rua Augusta, às 14h10, 16h40, 19h10 e 21h40. Pronto! Já escolhi seu programa para o fim de semana.

Gostou deste post? Então curta a página do blog no Facebook e tenha mais informações sobre cinema

Comentários
Deixe um comentário

Olá, ( log out )

* A Abril não detém qualquer responsabilidade sobre os comentários postados abaixo, sendo certo que tais comentários não representam a opinião da Abril. Referidos comentários são de integral e exclusiva responsabilidade dos usuários que escreveram os respectivos comentários.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s