Clique e Assine a partir de R$ 12,90/mês

Luto: morre o ator Paulo Gustavo aos 42 anos

O artista estava internado desde o dia 13 março e não resistiu às complicações causadas pela Covid-19

Por Redação VEJA São Paulo 4 Maio 2021, 22h06

O ator Paulo Gustavo morreu nesta terça-feira (4) em decorrência de complicações da Covid-19. Internado desde o dia 13 de março, ele enfrentou sucessivas pioras de quadro e não resistiu à gravidade da doença. Na noite de domingo (2), ele sofreu uma embolia pulmonar, o que causou lesões cerebrais.

“Às 21:12h desta terça-feira, 04/05, lamentavelmente o paciente Paulo Gustavo faleceu, vítima da COVID-19 e suas complicações. Em todos os momentos de sua internação, tanto o paciente quanto os seus familiares e amigos próximos tiveram condutas irretocáveis, transmitindo confiança na equipe médica e nos demais profissionais que participaram de seu tratamento”, diz comunicado.

“A equipe profissional que participou de seu tratamento está profundamente consternada e solidária ao sofrimento de todos.”

O humorista ficou internado por cerca de 50 dias. Após leve melhora, ele voltou a piorar e foi intubado no dia 22 de março. O boletim médico dizia que ele “necessitou entrar em ventilação mecânica invasiva, para ser tratado de forma mais segura”. Paulo Gustavo sofreu outra piora no dia 2 de abril e passou a utilizar a terapia ECMO, que se assemelha ao uso de um pulmão artificial.

Trajetória

Paulo Gustavo Amaral Monteiro de Barros nasceu em 30 de outubro de 1978 na cidade de Niterói, no Rio de Janeiro. Ator, comediante, escritor, diretor e apresentador, o artista versátil se formou pela Casa das Artes de Laranjeiras. Ele se casou em 20 de dezembro de 2015 com o dermatologista Thales Bretas. Juntos os dois tiveram dois filhos, Romeu e Gael, que nasceram em agosto de 2019 por meio de barriga de aluguel.

Paulo Gustavo teve seu grande momento de visibilidade nacional após o sucesso de Minha Mãe é uma Peça, espetáculo teatral que virou filme em 2013. Interpretando Dona Hermínia, ele ganhou muitos fãs com sua atuação e o filme ainda teve duas sequências, uma em 2016 e outra em 2019. No final de 2020, a Globo ainda planejava fazer uma série com Minha Mãe é uma Peça.

Desde 2011, o comediante foi o protagonista do seriado 220 Volts. O programa, em que atuou interpretando diferentes personagens, como Maria Enfisema, Senhora dos Absurdos e Dona Hermínia, teve uma edição especial de fim de 2020 na TV Globo.

Continua após a publicidade

O ator participou também do programa humorístico Vai que Cola, do Multishow, que ganhou uma adaptação cinematográfica em 2015. Em 2014, protagonizou um reality chamado Paulo Gustavo na Estrada, do mesmo canal. Alguns anos antes, em 2007, Paulo atuou em Sítio do Picapau Amarelo, interpretando o Delegado Lupicínio.

Em 2017, o artista carioca fez parte de A Vila, também do Multishow, e em 2018 gravou um DVD de uma peça teatral de Minha Mãe é uma Peça, na Concha Acústica do Teatro Castro Alves, em Salvador.

Indicado em diferentes premiações e categorias, Paulo Gustavo foi o vencedor do Melhor Roteiro Adaptado no Grande Prêmio do Cinema Brasileiro do ano de 2017, com Minha Mãe é uma Peça 2. Escrachado, era um dos principais nomes do humor brasileiro na atualidade.

Luta por filhos

Um dos grandes sonhos de Paulo Gustavo era o de ser pai. Por isso, foi com o marido até os Estados Unidos, onde a prática de barriga de aluguel é permitida. Após 21 semanas de gestação, a mulher, que gerava um casal de gêmeos, sofreu um aborto e perdeu os bebês.

No fim de 2017, Paulo Gustavo deu a notícia com muito pesar. “Gostaria de dividir com vocês um momento super difícil! Na semana passada, a mamãe de aluguel entrou em trabalho de parto no meio da gestação, quando os bebes ainda não eram viáveis!”, disse. “Eu e Thales somos muito jovens, saudáveis e nos amamos muito! Portanto, vamos começar tudo de novo ano que vem! Seremos pais, mas um pouco mais pra frente!”, postou.

O casal não desistiu e teve os filhos gêmeos, Romeu e Gael, em 2019. “Queremos viver e aproveitar ao máximo cada momento, cada passo, cada conquista de nossos filhos e nossa, enquanto casal e família”, disseram na ocasião.

+Assine a Vejinha a partir de 6,90

Continua após a publicidade
Publicidade