Clique e Assine a partir de R$ 8,90/mês

Mãe de Paulo Gustavo fala pela primeira vez depois da morte do filho

Déa Lúcia foi a inspiração do ator para criar a famosa personagem Dona Hermínia

Por Redação VEJA São Paulo Atualizado em 8 Maio 2021, 17h58 - Publicado em 8 Maio 2021, 16h40

A mãe do ator Paulo Gustavo, Déa Lúcia Vieira Amaral, falou pela primeira vez depois da morte do filho, na última terça (4), em decorrência de Covid-19.

Ela fez uma postagem no Instagram, onde aparece a imagem do humorista e os seguintes dizeres: “Bom dia. Contra o preconceito, a intolerância, a mentira e a tristeza já existe a vacina. É o afeto, o amor. Então, diga o quanto você ama a quem você ama. Mas não fique só na declaração, ame na prática.”

Na caixa de texto, ela complementou a mensagem: “Eternamente agradecida a todos pelas orações e carinho com a minha família. Que Jesus abençoe cada um de vocês. Usem máscara.”

View this post on Instagram

A post shared by Dea Amaral (@dealucia66)

Déa foi a inspiração de Paulo Gustavo na criação de seu personagem mais famoso, a Dona Hermínia, que é protagonista dos espetáculos teatrais e da série de filmes Minha Mãe é Uma Peça.

Continua após a publicidade
Publicidade