Clique e Assine a partir de R$ 12,90/mês

Hospital de campanha no Anhembi começa a receber pacientes

Secretaria Municipal de Saúde antecipou em um dia o início do funcionamento do local; hospital no Pacaembu recebe pacientes desde o dia 6

Por Redação VEJA São Paulo 11 abr 2020, 17h31

O hospital de campanha montado no Centro de Exposições do Anhembi, na zona norte de São Paulo, começou a receber os primeiros pacientes de coronavírus neste sábado (11). Segundo matéria publicada pelo G1, as ambulâncias estão entrando pelo portão 35, mas ainda não foi informado quantas pessoas foram transferidas para o local.

+Assine a Vejinha por 14,90 mensais.

O hospital montado no complexo do Anhembi faz parte das medidas do governo estadual para conter o avanço do número de casos do novo coronavírus na cidade. Ele será dividido em duas áreas: a vermelha, destinada ao atendimento dos pacientes, e a laranja, destinada às equipes de apoio.

Ao todo, serão 1 800 leitos para pacientes de média a baixa complexidade e 72 leitos de UTI. Caso seja necessário, leitos de média e baixa complexidade também poderão se tornar leitos de UTI.

Estádio Pacaembu

O hospital de campanha montado no estádio do Pacaembu já começou a receber pacientes na última segunda-feira (6). O local foi instalado em dez dias em uma tenda de 6 300 metros quadrados e é administrado pelo Hospital Albert Einstein, cuja equipe tem cerca de 500 profissionais de saúde.

+Assine a Vejinha por 14,90 mensais.

São encaminhados ao hospital provisório pacientes de média e baixa complexidade que estiverem internados nas unidades de saúde das redes municipais. A previsão é que cada doente fique internado por 14 dias.

O local funciona a portas fechadas e quem tiver sintomas não deve procurar atendimento por lá. Apenas pacientes diagnosticados com o novo coronavírus serão transferidos da rede municipal de saúde.

Continua após a publicidade

Publicidade