Clique e Assine a partir de R$ 6,90/mês

Campanha faz maior doação para compra de respiradores em São Paulo

Aparelhos custam em média R$ 70 mil por unidade e foram doados pela organização social Comunitas; ação arrecadou R$ 23,4 milhões em apenas quatro dias

Por Agência Brasil Atualizado em 26 mar 2020, 17h36 - Publicado em 26 mar 2020, 17h32

A EDP, empresa do setor elétrico, doou R$ 6 milhões à organização social Comunitas para a compra de respiradores hospitalares. Os aparelhos serão usados nas UTIs de hospitais públicos do estado de São Paulo, o mais atingido pela pandemia do coronavírus. A quantia faz parte de um fundo criado pela coalizão para auxiliar o poder público no atendimento à população.

Os respiradores artificiais são equipamentos essenciais para a sobrevivência e recuperação de pacientes graves da Covid-19 e serão encaminhados a hospitais públicos indicados pelo governo. De acordo com a Comunitas, o governo local se prontificou a investir na estrutura necessária para o recebimento dos aparelhos.

No total, a campanha da Comunitas durou quatro dias e arrecadou R$ 23,4 milhões com a contribuição de mais de 150 empresas. O valor doado pela EDP, o maior entre as organizações participantes desta ação, será suficiente para comprar 345 respiradores. O objetivo é equipar 121 leitos de Unidades de Terapia Intensiva (UTI) com os monitores.

A iniciativa da multinacional no país se soma aos esforços feitos pela matriz em Portugal. Na semana passada, a EDP anunciou a doação de 50 respiradores, 200 monitores e equipamentos médicos a hospitais portugueses.

Confira a lista de hospitais que devem receber os equipamentos em São Paulo:

  • Conjunto hospitalar do Mandaqui
  • Hospital Vila Penteado
  • Hospital Geral de Taipa
  • Hospital Regional de Osasco
  • Hospital Regional Sul
  • HospitaI Ipiranga
  • Hospital Geral de Guaianazes
  • Hospital Padre Bento de Guarulhos
  • 10 leitos Hospital Geral de Pedreira
  • 10 leitos Hospital Geral de Guarulhos
  • 10 leitos Hospital de Clínicas Luzia de Pinho Melo
  • 10 leitos Hospital Geral de Carapicuíba
  • 6 leitos Hospital Geral Pirajussara
  • 10 leitos Hospital Geral de Itapecerica
  • 10 leitos Hospital Estadual de Francisco Morato
  • 5 leitos Hospital Estadual de Franco da Rocha
  • 10 leitos Hospital Geral do Itaim Paulista
  • 10 leitos Hospital Geral do Grajaú
  • 5 leitos Hospital Estadual de Sapopemba
  • Hospitais estaduais geridos por Organizações Sociais de Saúde

(Com informações da Agência Brasil)

Continua após a publicidade

Publicidade