Clique e Assine a partir de R$ 8,90/mês

Pineapple

(Desde 2018)

Tipos de Bares:

VejaSP:

Endereço: Rua dos Pinheiros, 1308 - São Paulo - SP ver no mapa

Telefone: (11) 30325815

Horário:

segunda-feira 17:00 - 00:00

terça-feira 17:00 - 00:00

quarta-feira 17:00 - 00:00

quinta-feira 17:00 - 00:00

sexta-feira 17:00 - 01:00

sábado 17:00 - 01:00

domingo - Fechado

Informações adicionais: Lugares/Capacidade total (30)

Resenha por Saulo Yassuda

Um novo endereço de coquetelaria chegou à Rua dos Pinheiros. Com ares de boteco, assim como o quase vizinho Paramount, o Pineapple Bar oferece drinques benfeitinhos que custam de R$ 19,90 a R$ 25,90. Mentor da casa, o bartender Michel Felício passou pouco mais de dois anos nos Emirados Árabes, entre Dubai e Abu Dhabi, onde trabalhou nos bares do Hotel Andaz Capital Gate antes de retornar à capital. Na carta, são sugeridos coquetéis autorais como o nordestino sour (R$ 25,90), de cachaça branca, laranja-baía, limão-siciliano e mel de jataí, docinho e com um toque amargo conferido pela adição de Fernet Branca. Ele se dá melhor que o andaz (gim, licor espanhol 43, xarope industrializado de flor de sabugueiro e laranja), servido com espuma de gengibre muito consistente. Da linha clássica, o boulevardier (bourbon, Campari e vermute tinto; R$ 23,90) é dos bons. Pequeno e bem moreno, o bolinho de arroz recheado de mussarela (R$ 22,50, doze unidades) é empanado com grãos crus para garantir a crocância.

Informações checadas em março de 2019.

    Um novo endereço de coquetelaria chegou à Rua dos Pinheiros. Com ares de boteco, assim como o quase vizinho Paramount, o Pineapple Bar oferece drinques benfeitinhos que custam de R$ 19,90 a R$ 25,90. Mentor da casa, o bartender Michel Felício passou pouco mais de dois anos nos Emirados Árabes, entre Dubai e Abu Dhabi, onde trabalhou nos bares do Hotel Andaz Capital Gate antes de retornar à capital. Na carta, são sugeridos coquetéis autorais como o nordestino sour (R$ 25,90), de cachaça branca, laranja-baía, limão-siciliano e mel de jataí, docinho e com um toque amargo conferido pela adição de Fernet Branca. Ele se dá melhor que o andaz (gim, licor espanhol 43, xarope industrializado de flor de sabugueiro e laranja), servido com espuma de gengibre muito consistente. Da linha clássica, o boulevardier (bourbon, Campari e vermute tinto; R$ 23,90) é dos bons. Pequeno e bem moreno, o bolinho de arroz recheado de mussarela (R$ 22,50, doze unidades) é empanado com grãos crus para garantir a crocância.

    Informações checadas em março de 2019.