Madeleine (Desde 2009)

Tipos de Bares: Bares variados
VejaSP
starsstarsstarsstarsstars
Endereço: Rua Aspicuelta, 201 - Vila Madalena - São Paulo - SP ver no mapa
Telefone: (11) 29360616
Horário:
segunda-feira
Fechado
terça-feira
19:00 -
quarta-feira
19:00 -
quinta-feira
19:00 -
sexta-feira
19:00 -
sábado
19:00 -
domingo
Fechado
payment

Formas de pagamento

Cartões de crédito: Visa, Mastercard, Diners e American Express
Cartões de débito: Visa Electron, Rede Shop e Maestro

check_circle

Informações adicionais

Couvert artístico (R$ 39,00) (1), Estacionamento/Valet (R$ 25,00), Acesso para deficientes, Lugares/Capacidade total (130)

(1)R$ 20,00 a R$ 39,00 (a partir das 21h30)

Resenha por Saulo Yassuda e Gabrielli Menezes

A casa é um charme: tijolinhos à mostra, plantas pelas paredes e luz baixa. O espaço tem quatro ambientes, inclusive uma varandinha na entrada. É no salão principal que casais e pequenos grupos de amigos brindam enquanto assistem a apresentações de jazz, blues e MPB (entrada de R$ 20,00 a R$ 39,00). A carta de vinhos conta com 101 rótulos, sendo a maioria servida somente em garrafa. Entre as poucas opções na taça aparece o chileno Terranoble Merlot (R$ 25,00). O cardápio ainda traz massas, pizzas e petiscos.

Informações checadas entre julho e setembro de 2018.

    Comer e beber

    • 2018 - Participante

      Música ao vivo Comer & Beber .

      A casa é um charme: tijolinhos à mostra, plantas pelas paredes e luz baixa. O espaço tem quatro ambientes, inclusive uma varandinha na entrada. É no salão principal que casais e pequenos grupos de amigos brindam enquanto assistem a apresentações de jazz, blues e MPB (entrada de R$ 20,00 a R$ 39,00). A carta de vinhos conta com 101 rótulos, sendo a maioria servida somente em garrafa. Entre as poucas opções na taça aparece o chileno Terranoble Merlot (R$ 25,00). O cardápio ainda traz massas, pizzas e petiscos. (Informações checadas entre julho e setembro de 2018).

      Saulo Yassuda e Gabrielli Menezes

    • 2017 - Participante

      música ao vivo Comer & Beber .

      Do palco, posicionado ao lado da entrada e emoldurado por cortina vermelha, grupos disparam jazz, blues e vertentes da MPB. Nas mesas, bem próximas umas das outras, espalhadas por quatro ambientes, o público curte o som e compartilha uma garrafa de vinho — são setenta rótulos, armazenados em uma espaçosa adega, onde também estão dispostas algumas mesas. As chamadas pizzas-bistrô, de massa bem fininha e cortadas em modo aperitivo, ganham versões como a de queijo camembert de cabra, presunto cru, cogumelo, aspargo e uva-passa (R$ 64,00). (Preços checados em setembro de 2017).

      Fábio Galib e Saulo Yassuda

    • 2016 - Participante

      Braes música ao vivo Comer & Beber .

      No ambiente cheio de charme do endereço há paredes de tijolos à mostra, luz indireta e velas nas mesas. Minúsculo, o palco fica junto à entrada e abriga de terça a sábado apresentações calcadas no jazz, que, por vezes, fertam com o pop e a MPB. Casais que buscam mais intimidade podem se refugiar no salão dos fundos, que descortina uma vista para o bairro, ou então na adega, logo abaixo. Seja qual for o espaço, a noite quase sempre termina na companhia de um bom vinho e de comidinhas como a pizza aperitivo com camarão, queijo brie, erva-doce e alcachofrinhas na massa sem glúten (R$ 69,00). (Preços checados em setembro/outubro de 2016.)

      Fábio Galib e Saulo Yassuda

    • 2015 - Participante

      Bares música ao vivo Preços checados em setembro/outubro de 2015 .

      É daqueles bares propícios para uma conversa ao pé do ouvido, enquanto se curtem os showzinhos de jazz que costumam ter início pouco depois das 9 da noite. Além do salão principal, onde fca o diminuto palco, com iluminação conferida por velas, há mezanino, varanda e mesas junto à adega, estas com clima mais reservado. É ali que estão guardadas garrafas para ocasiões que pedem um brinde, como a do tinto italiano Rocca delle Macìe Chianti Vernaiolo 2014 (R$ 109,00). O chope Heineken (R$ 8,90) também é providencial para matar a sede e pode tabelar com alguma das delícias que saem do forno a lenha. Uma delas é a pizza cortada aperitivo, de abobrinha, mascarpone e pistache em massa integral aromatizada por alecrim (R$ 51,00). Das frituras, o mix de bolinhos de arroz, de três queijos e de mandioquinha com carne-seca, sai por R$ 29,00. (Preços checados em setembro/outubro de 2015).

      Saulo Yassuda

    • 2014 - Participante

      Bares música ao vivo Comer & Beber .

      Cheio de charme, o ambiente rústico-chique tem fachada recatada e iluminação conferida por velas. A programação musical diária, a partir das 21h30, é calcada sobretudo no jazz. Atrai muitos casais que querem ouvir um bom som ao pé do ouvido. Além do salão principal e do mezanino, dispõe de outros dois espaços mais tranquilos: a varanda aos fundos e a pequena adega do subsolo. Entre as 420 garrafas de vinho do espaço, uma sugestão é o tinto sul-africano Robertson Pinotage 2012 (R$ 81,00). Para petiscar, algumas receitas saem do forno a lenha, caso dos pasteizinhos (R$ 28,00, quatro unidades). Podem vir nos sabores queijo meia-cura, tomate e manjericão e carne com berinjela e passas. (Preços checados em setembro/outubro de 2014).

      Saulo Yassuda

    • 2013 - Participante

      Bares música ao vivo Comer & Beber .

      Bar aconchegante, com iluminação difusa, cortinas vermelhas e paredes de tijolinhos à vista dedicado à música ao vivo. Seu pequeno palco fica de frente para um enorme janelão. Mesinhas aconchegantes se espalham pelo salão, que ainda possui um mezanino e um subsolo de poucos lugares em frente à bonita adega de mais de 77 rótulos. Entre os drinques, sobressai o batráquio (R$ 26,00), feito com gim, pimenta jamaicana, suco de laranja e xarope de melancia. Nada ardido, é doce e agrada aos paladares femininos. Algumas cervejas importadas, caso da escocesa BrewDog Punk IPA (R$ 22,90), também estão disponíveis. Para petiscar, dê preferência às receitas que saem do forno a lenha: os pasteizinhos de queijo meia-cura, tomate confitado e queijo brie (R$ 23,00 a porção) são os melhores! (Preços checados em setembro/outubro de 2013).

      Luiz Henrique Ligabue e Marcelo Cobra

    • 2012 - Indicado

      Bares música ao vivo Comer & Beber .

      Num contraponto à maioria dos endereços da Vila Madalena, despontou pela carga romântica e pela programação musical, escolhida a dedo por um dos sócios, André Guilger. Tais predicados renderam ao bar em 2011 o prêmio de melhor música ao vivo, segundo o júri de VEJA SÃO PAULO. No ambiente de estilo rústico-chique, todo à meia-luz, apresentam-se competentes formações, como o trio Hammond Grooves (às quintas), do guitarrista Daniel Daibem; e o divertido quarteto GroofBoogaloo (às sextas). Reforçada, a carta de vinhos soma agora 101 rótulos, caso do tinto sul-africano The Wolftrap 2010 e do espumante Madeleine Brut, elaborado com exclusividade para a casa pela gaúcha Pizzato, de Bento Gonçalves. Alguns petiscos são preparados no forno a lenha, a exemplo dos gostosos pastelinhos — pastéis de massa de pizza que podem ganhar recheios como queijo meia-cura, tomate e manjericão e carne temperada com especiarias.

      Veja SP

    • 2012 - Indicado

      Bares para ir a dois Comer & Beber .

      Num contraponto à maioria dos endereços da Vila Madalena, despontou pela carga romântica e pela programação musical, escolhida a dedo por um dos sócios, André Guilger. Tais predicados renderam ao bar em 2011 o prêmio de melhor música ao vivo, segundo o júri de VEJA SÃO PAULO. No ambiente de estilo rústico-chique, todo à meia-luz, apresentam-se competentes formações, como o trio Hammond Grooves (às quintas), do guitarrista Daniel Daibem; e o divertido quarteto GroofBoogaloo (às sextas). Reforçada, a carta de vinhos soma agora 101 rótulos, caso do tinto sul-africano The Wolftrap 2010 e do espumante Madeleine Brut, elaborado com exclusividade para a casa pela gaúcha Pizzato, de Bento Gonçalves. Alguns petiscos são preparados no forno a lenha, a exemplo dos gostosos pastelinhos — pastéis de massa de pizza que podem ganhar recheios como queijo meia-cura, tomate e manjericão e carne temperada com especiarias.

      Veja SP

    • 2011 - Vencedor

      Bares música ao vivo Comer & Beber .

      Se você soubesse que o vencedor da categoria é um bar da Vila Madalena, provavelmente imaginaria um lugar cheio de gente circulando com cerveja na mão e curtindo samba-rock ou MPB dançante. Pois o Madeleine, que conquista o prêmio pela segunda vez consecutiva, trafega noutra direção. Inaugurada em 2009, a casa faz da atmosfera romântica e do jazz ao vivo seu chamariz. Visível da rua por uma grande janela de vidro, o palco recebe de segunda a sábado competentes combos jazzísticos. Toda quinta, as notas de um órgão Hammond de 1964 (que pesa 180 quilos) marcam a apresentação do trio Hammond Grooves, do apresentador e guitarrista Daniel Daibem. Também fixos na agenda estão o quarteto GroofBoogaloo (às sextas) e o quinteto instrumental Trincheira (aos sábados). Com sorte, pode-se até ver a canja de alguém mais famoso — André Abujamra, Tony Gordon, Maurício Pereira e Marisa Orth já deram o ar da graça. A calorosa ambientação rústico-chique à luz de velas convida a pedir um vinho. Um dos 76 rótulos, o tinto argentino Amalaya de Colomé 2009. Entre os petiscos assados no forno a lenha, destaque para os saborosos pasteizinhos de carne, berinjela e uva-passa.

      Veja SP

    • 2010 - Vencedor

      Bares música ao vivo Comer & Beber .

      Bem diferente do que ocorreu no ano passado, quando o festivo boteco de samba Ó do Borogodó venceu na categoria, desta vez o júri concedeu o prêmio de melhor música ao vivo a um endereço com alta carga romântica. Sagrou-se campeão o Madeleine, aberto em agosto de 2009. Dona de um ambiente rústico-chique cheio de charme, a casa é iluminada por velas e privilegia a música ao vivo em formato intimista — na medida para agradar aos casais e a um público mais adulto. Montado logo na entrada, o palco é emoldurado por cortinas de veludo vermelho. O jazz norteia a programação diária. Às terças, o trio Les Serges mostra releituras jazzísticas de Serge Gainsbourg, Edith Piaf e outras lendas francesas. Toda quinta, o grupo Hammond Grooves (de Daniel Daibem, apresentador da Rádio Eldorado FM) tira notas incríveis de um órgão Hammond. O quarteto GroofBoogaloo toca às sextas e o instrumental Trincheira interpreta aos sábados standards do jazz e da MPB. A casa oferece ainda dois espaços deliciosos e distantes dos músicos. Nos fundos, a varanda dá vista para o casario da Vila Madalena; no subsolo, há seis mesas no interior da adega, que armazena cerca de 400 garrafas. A carta de vinhos, com 76 rótulos, traz algumas opções de boa relação preço-qualidade, caso do tinto argentino Kaiken Cabernet Sauvignon 2007 e do português Altano 2008, também tinto, da região do Douro.

      Veja SP

    • 2010 - Indicado

      Bares para ir a dois Comer & Beber .

      Bem diferente do que ocorreu no ano passado, quando o festivo boteco de samba Ó do Borogodó venceu na categoria, desta vez o júri concedeu o prêmio de melhor música ao vivo a um endereço com alta carga romântica. Sagrou-se campeão o Madeleine, aberto em agosto de 2009. Dona de um ambiente rústico-chique cheio de charme, a casa é iluminada por velas e privilegia a música ao vivo em formato intimista — na medida para agradar aos casais e a um público mais adulto. Montado logo na entrada, o palco é emoldurado por cortinas de veludo vermelho. O jazz norteia a programação diária. Às terças, o trio Les Serges mostra releituras jazzísticas de Serge Gainsbourg, Edith Piaf e outras lendas francesas. Toda quinta, o grupo Hammond Grooves (de Daniel Daibem, apresentador da Rádio Eldorado FM) tira notas incríveis de um órgão Hammond. O quarteto GroofBoogaloo toca às sextas e o instrumental Trincheira interpreta aos sábados standards do jazz e da MPB. A casa oferece ainda dois espaços deliciosos e distantes dos músicos. Nos fundos, a varanda dá vista para o casario da Vila Madalena; no subsolo, há seis mesas no interior da adega, que armazena cerca de 400 garrafas. A carta de vinhos, com 76 rótulos, traz algumas opções de boa relação preço-qualidade, caso do tinto argentino Kaiken Cabernet Sauvignon 2007 e do português Altano 2008, também tinto, da região do Douro.

      Veja SP

    Comentários
    Deixe um comentário

    Olá,

    * A Abril não detém qualquer responsabilidade sobre os comentários postados abaixo, sendo certo que tais comentários não representam a opinião da Abril. Referidos comentários são de integral e exclusiva responsabilidade dos usuários que escreveram os respectivos comentários.

    Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

    Logotipo do WordPress.com

    Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

    Foto do Google

    Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

    Imagem do Twitter

    Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

    Foto do Facebook

    Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

    Conectando a %s