Clique e Assine a partir de R$ 8,90/mês

Vocalista do Linkin Park é encontrado morto aos 41 anos, diz site

Segundo informações do TMZ, o cantor se enforcou na própria casa em Los Angeles; ele lutava há anos contra depressão e abuso de drogas

Por Redação VEJA São Paulo Atualizado em 20 jul 2017, 16h02 - Publicado em 20 jul 2017, 15h21

O site americano TMZ informou que Chester Bennington, vocalista da banda Linkin Park, foi encontrado morto nesta quinta (20) dentro de sua casa em Los Angeles, no Estados Unidos. A polícia informou ao portal que o corpo dele foi encontrado às 9 da manhã local e estaria preso a uma corda.

  • Ainda segundo informações do site, o cantor lutava há anos contra a depressão e abuso de drogas e já teria cogitado suicídio, em especial por conta do trauma de ter sido abusado sexualmente na infância. Ele tinha 41 anos e deixa seis filhos.

    Linkin Park - Shows
    Linkin Park – Shows James Minchin/Divulgação

    Uma das bandas de rock de maior sucesso na virada dos anos 2000 , o Linkin Park já vendeu mais de 68 milhões de discos no mundo todo. Bennignton dividia os vocais com o colega Mike Shinoda e compôs alguns dos maires hits da banda, como The Messenger e Faint.

    O grupo está em turnê pelos Estados Unidos com o álbum One More Light, lançado neste ano. Minutos antes do horário em que o corpo foi encontrado, o canal da banda no YouTube divulgou um novo clipe chamado Talking To Myself, com várias cenas do vocalista.

    Continua após a publicidade
    Publicidade