Clique e assine por apenas 5,90/mês

Sem plateia e sem Silvio Santos, Teleton 2020 acontece em novembro

Adaptada para o período de pandemia, a atração deve acontecer em formato 90% remoto, com apresentações on-line de celebridades e 'momento gamer'

Por Alice Padilha - Atualizado em 10 set 2020, 19h21 - Publicado em 9 set 2020, 15h33

O Teleton irá ao ar no SBT nos dias 6 e 7 de novembro em formato 90% remoto. O programa tem como objetivo arrecadar recursos para a Associação de Assistência à Criança Deficiente, que completa 70 anos em 2020 e realizou 10,5 milhões de antedimentos na última década. A 23ª edição da Campanha AACD Teleton começou nesta terça-feira (8) e deve se estender até o dia 31 de dezembro. Durante estes quatro meses, período bem maior em relação a edições anteriores, será possível fazer doações por meio do site e do telefone 0500.

No palco do SBT não haverá plateia, convidados ou influenciadores. Silvio Santos – com 89 anos e inserido no grupo de risco para a covid-19 – também estará ausente da atração. Dois apresentadores se revezarão na grade ao vivo reduzida, que acontecerá na sexta (6/11), das 22h30 às 1h30 e no sábado (7/11), das 15h45 às 22h. Entre as 7h e as 14h do sábado serão incluídos na programação alguns boletins ao vivo.

Entre os nomes confirmados estão os padrinhos da campanha Daniel e Eliana, que abrem a programação na noite de sexta, e os padrinhos virtuais Maísa e Celso Portiolli. As aguardadas atrações musicais ocorrerão por meio de lives ou vídeos gravados por artistas como a dupla Anavitória e a cantora Paula Fernandes. Outras celebridades e influenciadores também devem aparecer no mesmo modelo. “Este é o ano mais imprevisível da nossa história. Mas, por mais vazio que o cenário desta edição pareça, ele estará cheio de emoção e confiança no que temos de mais importante: solidariedade e generosidade”, ressalta Norma Mantovanini, diretora do Teleton 2020.

Entre as atrações, mais uma novidade é um momento dedicado aos gamers, que deve ocorrer na madrugada entre sexta e sábado. Ainda em fase de montagem, a disputa ocorrerá entre um jogador no palco e outros competidores remotos, que devem experimentar diversos títulos no período.

Outra grande mudança deste ano é a ausência das tradicionais metas de arrecadação. “Nós debatemos muito sobre isso, principalmente porque temos uma necessidade de captação muito maior em relação ao ano passado. Queremos deixar claro que, em um ano de crise, qualquer valor é bem-vindo. Quanto mais arrecadarmos, melhor”, pontua Valdesir Galvan, CEO da AACD. Devido à crise gerada pela pandemia, a necessidade de captação de recursos da instituição saltou de 80 milhões para 130 milhões de reais.

A campanha deste ano dará destaque à trajetória de Mariana de Oliveira, de 38 anos, e seu filho Dudu, 9, ambos pacientes da AACD. Dudu foi diagnosticado com mielomeningocele durante a gestação e faz acompanhamento na instituição desde o primeiro ano de vida. Em 2018, foi a vez de Mariana, que tem doença de Crohn, tornar-se paciente após uma perfuração intestinal que evoluiu para uma infecção generalizada. A amputação das duas pernas e dos dedos das mãos foi inevitável. A história da família foi contada na capa da Vejinha de 5 de agosto de 2020.

Continua após a publicidade

COMO DOAR

Site: www.teleton.org.br

0500 – para linhas pós-pago e telefones fixos
0500 12345 05 – Para doar R$ 5,00
0500 12345 20 – Para doar R$ 20,00
0500 12345 40 – Para doar R$ 40,00
– R$ 0,39 por minuto, chamadas terminais fixos + impostos
– R$ 0,71 por minuto, chamadas terminais móveis + impostos

0800 (a partir de 15/9)
0800 770 1231
– Doações mínimas de R$ 5,00 podem ser feitas via cartão de débito ou crédito. Valores a partir de R$ 10,00 podem ser pagos por boleto, enviado via e-mail.

SMS (a partir de 21/9)
Envie mensagem para o número 30265 com a palavra Teleton.

Bonecos*
Tonzinho ou Nina – R$80,00
Tonzinho + Nina – R$150,00
* podem ser adquiridos pelo Site, 0800 ou SMS

Continua após a publicidade
Publicidade