Clique e Assine a partir de R$ 12,90/mês

Pedro Andrade deixa o Manhattan Connection

Recentemente, Diogo Mainardi também anunciou sua saída do programa da TV Cultura; formação atual conta com dois fundadores

Por Redação VEJA São Paulo Atualizado em 14 Maio 2021, 21h14 - Publicado em 14 Maio 2021, 11h22

O apresentador Pedro Andrade deixou o Manhattan Connection nesta semana. Segundo um dos fundadores da formação original, Lucas Mendes, o ex-âncora tem agora outros interesses e não deve voltar mais ao programa, veiculado atualmente pela TV Cultura.

Andrade entrou na composição do grupo em 2009, ou seja, são quase 12 anos de participação. Agora, a atração conta com apenas dois titulares: Mendes e, o outro fundador, Caio Blinder.

Recentemente, no dia 4 de maio, Diogo Mainardi foi mais um a sair do programa. Na sua última edição, ele xingou o advogado criminalista Antonio Carlos de Almeida Castro, conhecido como Kakay, e pediu demissão após 17 anos no time.

O grupo deve experimentar convidados antes de determinar novas adesões fixas. Possivelmente serão testadas as participações de economistas e, se possível, economistas mulheres. Atualmente, o elenco conta com somente uma mulher, Angélica Vieira, que faz reportagens externas.

Há 27 anos no ar, o Manhattan Connection foi anunciado como nova atração da TV Cultura para 2021. A primeira edição, feita em 1993 no canal GNT, já contava com as presenças de Lucas Mendes e Caio Blinder. Ricardo Amorim entrou em 2002 e, posteriormente, Diogo Mainardi e Pedro Andrade se somaram ao grupo. Também participaram Nelson Motta, Lúcia Guimarães e Arnaldo Jabor.

Na sua origem, ainda antes da popularização da internet e da TV por assinatura, o programa contava sobre o cotidiano de Nova York para os brasileiros.

+Assine a Vejinha a partir de 8,90.

Continua após a publicidade
Publicidade