Clique e Assine a partir de R$ 8,90/mês

Público pode colar chiclete em escultura no centro

Obra do artista canadense Douglas Coupland em frente ao prédio do Centro Cultural Banco do Brasil até outubro

Por Laura Ming Atualizado em 5 dez 2016, 14h10 - Publicado em 22 ago 2014, 23h00

A partir de 6 de setembro, os paulistanos que passarem em frente ao clássico prédio do Centro Cultural Banco do Brasil, na Rua Álvares Penteado, no centro, serão convidados a fazer arte com chicletes (mastigados ou não, isso fica a gosto do freguês). Ali será instalada a escultura Gumhead, uma cabeça de 2 metros de altura feita de aço e espuma. No primeiro dia, ela é exposta limpinha, com sua cor predominantemente negra, mas sua aparência e textura mudam à medida  que o público cola as gomas de forma espontânea, tornand ose então colorida e ondulada (além de repugnante, alguns diriam). A obra é um “autorretrato” do artista canadense Douglas Coupland, que a apresentou pela primeira vez em maio, em frente à Vancouver Art Gallery, em seu país natal (foto) — na ocasião, bastaram duas semanas para cobri-la. Quem quiser contribuir com as pastilhas elásticas açucaradas pode grudá-las por aqui até 27 de outubro.

Publicidade