Clique e Assine a partir de R$ 8,90/mês

Emilio Dantas e Fabiula Nascimento falam sobre desafios de ‘Amor e Sorte’

Casados há 4 anos, o casal participa da produção gravada em casa

Por Redação VEJA São Paulo 9 set 2020, 18h26

No programa Conversa com Bial na última terça-feira (8), Pedro Bial conversou por chamada de vídeo com o casal de atores, juntos há quatro anos, Emilio Dantas e Fabiula Nascimento. Em isolamento, os dois foram convidados para atuar na nova série da TV Globo, Amor e Sorte, que estreou também dia 8, às 22h45.

Na trama, os personagens decidem se separar, mas uma pandemia começa no país e os dois precisam ficar isolados no mesmo apartamento, obrigados a conviver um com o outro. Como um dos atores começa a apresentar sintomas da doença, eles dividem a casa com cortinas de plástico.

Emilio conta que a produção da série enviou caixas com os figurinos, iluminação e peças do cenários para que eles mesmos montassem. “Vi minha casa se transformando em um cenário, entrando coisa que não é minha, do meu gosto ou até coisas mais bonitas dos que as que tenho”, conta Fabiula. “Deu muita saudade da nossa equipe. Lembrei muito da galera, de tudo que eles fariam”, completa Dantas.

Amor e Sorte conta com quatro episódios produzidos remotamente e estrelada por duplas que estão convivendo nas mesmas casas durante o período de pandemia do novo coronavírus.  “É isso de enfrentar juntos, nos conhecendo melhor em nossas casas. Não tem o vou ali e já volto, semana que vem estou fora. É todo o tempo junto. Isso necessariamente faz que a gente aprenda sobre nós mesmos e sobre o outro”, disse Jorge Furtado, criador da série.

  •  

     

     

     

     

    Continua após a publicidade
    Publicidade