Clique e assine por apenas 6,90/mês

Com impressora 3D, startup faz aparelho ortodôntico mais barato

Empresa SouSmile usa tecnologia para facilitar processos longos e dolorosos de uma visita ao dentista

Por Redação VEJA São Paulo - 29 Oct 2018, 16h12

Na próxima terça (30), a startup brasileira SouSmile passa a oferecer um novo tipo de serviço em uma loja no Shopping Eldorado. A marca propõe um modelo mais prático e barato para clarear os dentes ou usar aparelhos alinhadores, aqueles modelos transparentes que encaixam na arcada dentária.

Idealizada por Ornella Moraes e Michael Ruah, a SouSmile oferece dois tipos de serviço: aparelhos alinhadores e clareadores.

Para dentes desalinhados, a promessa é que os aparelhos, no formato de placas encaixáveis transparentes, alinhem os dentes num período entre três e nove meses, dependendo do caso. Ao chegar à loja, o cliente faz a digitalização do seu sorriso com o scan 3D, que substitui o tradicional molde de gesso, um raio-X para aumentar a precisão do tratamento e seis fotos para comparar o antes e depois. O preço do serviço sai a 3 850 reais. O cliente precisa voltar a cada seis semanas para uma consulta de acompanhamento.

View this post on Instagram

Continua após a publicidade

Ilumine o mundo com seu sorriso! Saiba como funciona o clareador SouSmile✨ #sorrirfazbem #sousmileoficial #clareamento

A post shared by SouSmile (@sousmileoficial) on

Já para o clareamento, o tratamento dura 21 dias usando a placa e o gel por duas horas diárias. No estabelecimento, o cliente fará a digitalização do seu sorriso com o scan 3D para que a placa de clarear seja personalizada e sob medida. Um raio-X  e uma consulta com um dentista são necessários. O paciente recebe em casa o kit com a placa de clareamento e três seringas de gel clareador para a aplicação. Cada tratamento sai por 350 reais.

Continua após a publicidade

 

Publicidade