Clique e assine por apenas 6,90/mês

O teste dos pastéis de belém

O doce português vem ganhando endereços só para ele na cidade. Visitamos três para descobrir qual o melhor

Por Fábio Galib - Atualizado em 1 jun 2017, 16h24 - Publicado em 7 jan 2016, 19h17

Que fique claro: todos os pastéis de nata que integram esta lista são ótimos. Antes restrito a padarias, o docinho – conhecido como pastel de belém, numa referência ao bairro de Lisboa –  é o protagonista de três endereços inaugurados nos últimos anos. Para tirar a prova sobre qual é o melhor, VEJA SÃO PAULO visitou todos eles. A diferença está nos detalhes.  Veja abaixo o resultado da avaliação:

+ Gosta de bolovo? Testamos cinco opções na cidade

 

3º lugar: Manteigaria Lisboa

manteiga003
manteiga003

Trata-se de um endereço de um doce só. O ponto positivo é que o pastel (R$ 5,00) chega ainda morninho e tem massa delicada. Pequenino, peca pelas fornadas irregulares (não raro, vem mais tostado de um lado e esbranquiçado do outro). O creme também ficaria melhor se fosse um tiquinho menos doce.

 

2º lugar: Casa Mathilde Doçaria Tradicional Portuguesa

Casa Mathilde_Cópia de Pastel de Nata 03 Embalagem Alta
Casa Mathilde_Cópia de Pastel de Nata 03 Embalagem Alta

É o mais badalado da lista e também o mais caro, a R$ 6,50. O recheio é uma delícia. Bem cremoso e quase chega a escorrer na primeira mordida. A massa folhada é crocante como deve ser, pena que seja tão oleosa. Haja guardanapo!

 

1º lugar: B.Lem Portuguese Bakery

LO3D2836
LO3D2836

O primeirão do ranking tem tudo o que se espera do quitute: massa crocante e sequinha e creme saboroso, com textura aveludada e doçura na medida.  A unidade sai a R$ 5,90. E por que não aproveitar a visita e provar a incrível versão recheada de bacalhau (R$ 6,90)?

 

+ Comer & Beber: os melhores endereços de comidinhas da cidade

+ Três endereços para um café da manhã sem pressa

Publicidade