Clique e assine por apenas 6,90/mês

Em São Paulo, bares e restaurantes terão que servir água de graça

O prefeito Bruno Covas sancionou projeto que entrará em vigor em setembro de 2021

Por Redação VEJA São Paulo - 10 set 2020, 11h40

Foi publicado no Diário Oficial desta quinta-feira (10) lei que obriga bares e restaurantes da cidade de São Paulo a servirem água filtrada de forma gratuita. A lei sancionada pelo prefeito de São Paulo, Bruno Covas, terá 365 dias para entrar em vigor. 

A partir de setembro de 2021, os estabelecimentos serão obrigados a informar os consumidores da oferta gratuita de água no cardápio. O projeto foi formulado por Adolfo Quintas (PSD) e Xexéu Tripoli (PSDB)

De acordo com o texto, os bares e restaurantes que não seguirem a determinação poderão receber multas de até 8 000 reais, caso sejam reincidentes. 

+Assine a Vejinha a partir de 6,90 

Continua após a publicidade
Publicidade