Imagem Blog

Vida Boa Materia seguir SEGUIR Materia seguir SEGUINDO

Por Bárbara Öberg
A repórter Bárbara Öberg fala sobre bem estar, exercícios, saúde e novidades para melhorar a rotina.
Continua após publicidade

Uma aula de balé para queimar 800 calorias em meia hora

Cheguei para a aula de ballet fitness às 9h da manhã, reclamando do trânsito, quando uma aluna me disse que leva uma hora e meia pra chegar de sua casa, em Embu das Artes, até a Vila Olímpia. Algo que faz, com gosto, três vezes por semana. Não era a única. Chovia naquele dia, e […]

Por VEJA SP
Atualizado em 26 fev 2017, 14h39 - Publicado em 24 set 2015, 19h56
Betina Dantas já rodopiava pela casa aos 3 anos, formou-se na Royal Academy of Dancing, de Londres, e  desenvolveu o ballet fitness

Betina Dantas já rodopiava pela casa aos 3 anos, formou-se na Royal Academy of Dancing, de Londres, e desenvolveu o ballet fitness

Cheguei para a aula de ballet fitness às 9h da manhã, reclamando do trânsito, quando uma aluna me disse que leva uma hora e meia pra chegar de sua casa, em Embu das Artes, até a Vila Olímpia. Algo que faz, com gosto, três vezes por semana. Não era a única. Chovia naquele dia, e a academia estava lotada.

O que tem de tão especial nessa aula? A resposta é a metodologia: uma mistura de passos técnicos do balé clássico (aquele que usa a barra como apoio) mais exercícios fitness, como agachamento, abdominais e flexões. E a promessa de gastar 794 calorias em apenas meia hora de aula, de acordo com testes metabólicos realizados (K4). As contas foram feitas pelo médico Dr. Franz Burini, especialista em esporte.

+ Dez dicas de alimentos que te ajudam a não furar a dieta

Entre as alunas, além disso, é comum a hashtag #BumbumNoCoque. Até porque o grande foco, ali, é o aumento do número de repetições e no tempo de isometria e sustentação muscular.  “O ballet fitness é a única modalidade que trabalha a postura, deixa o corpo longilíneo, melhora o tônus muscular, a flexibilidade, a respiração e o equilíbrio”, me contou Betina Dantas, bailarina desde menina que desenvolveu o método.

Continua após a publicidade

Aliás, o destino cruzou seu caminho aos 14 anos, quando teve uma grave lesão no tornozelo e foi obrigada a aposentar as sapatilhas de ponta. Uma tristeza para uma jovem que sonhava em ganhar os palcos do mundo e se formou na Royal Academy of Dancing, de Londres. “Eu amava tudo, mas minha paixão sempre foi o balé. Acordava rodopiando pela casa e dormia de figurino”, lembra.

Adriane Galisteu aderiu à onda do ballet fitness junto com outras famosas. (Foto: reprodução/ Instagram)

Adriane Galisteu aderiu à onda do ballet fitness junto com outras famosas. (Foto: reprodução/ Instagram)

A virada na sua carreira se deu ao acaso, quando Betina dava aulas de balé infantil na Body Tech de Goiânia e ficava “indignada” (no bom sentido, claro) ao ver as mães das alunas sentadas, por uma hora, em plena academia. “Eu falava: gente, vai malhar.” As mamães de plantão diziam ter horror de musculação, mas se tivesse uma aula de balé adulto… Era 2003 e nem se falava em balé adulto. (Quero fazer um registro: sou uma bailarina frustrada porque não pude fazer quando pequena e só hoje, aos 43 anos, vejo essa possibilidade).

+ Aprenda como fazer picolé natural e saudável

Betina Dantas entre as blogueiras Gabriela Pugliesi e Carol Magalhães (Foto: Reprodução/Instagram)

Betina Dantas entre as blogueiras Gabriela Pugliesi e Carol Magalhães (Foto: Reprodução/Instagram)

Assim, nasceu o ballet fitness que Betina registrou em seu nome por insistência de uma amiga. Virou uma febre no Brasil inteiro. Ela licenciou o método em todo o país, capacitando profissionais e, no ano passado, abriu seu próprio espaço, o Studio. Ali, se faz de tudo um pouco, do ballet fitness ao tradicional ou jazz. Só que o predileto das alunas é a modalidade fitness. Betina virou a queridinha das anônimas e das famosas. Não raro você pode ver uma estrela por lá. Mas não se engane: o tratamento é igual pra todas. E não treina não pra ver.

Pra ter mais informações, acesse @balletfitness

Pra me seguir, @canseidesergorda_ e temos uma página no FB: Cansei de Ser Gorda.

Continua após a publicidade

Um beijo, de sapatilhas, até mais!

Publicidade

Essa é uma matéria fechada para assinantes.
Se você já é assinante clique aqui para ter acesso a esse e outros conteúdos de jornalismo de qualidade.

Para curtir o melhor de São Paulo!
Receba VEJA e VEJA SP impressas e tenha acesso digital a todos os títulos Abril.
Impressa + Digital no App
Impressa + Digital
Impressa + Digital no App

Informação de qualidade e confiável, a apenas um clique.

Assinando Veja você recebe semanalmente Veja SP* e tem acesso ilimitado ao site e às edições digitais nos aplicativos de Veja, Veja SP, Veja Rio, Veja Saúde, Claudia, Superinteressante, Quatro Rodas, Você SA e Você RH.
*Para assinantes da cidade de São Paulo

a partir de R$ 39,90/mês

PARABÉNS! Você já pode ler essa matéria grátis.
Fechar

Não vá embora sem ler essa matéria!
Assista um anúncio e leia grátis
CLIQUE AQUI.