Clique e Assine a partir de R$ 12,90/mês
Tudo Sobre Cinema

Netflix: 3 séries que abordam o sexo de forma natural e explícita

Temas como masturbação e perda da virgindade são tratados com naturalidade nos seriados com protagonistas teen

Por Miguel Barbieri 23 Maio 2019, 17h30

Há, pelo menos, três séries na Netflix que abordam o sexo com naturalidade – entre héteros e gays. E isso é ótimo! São tramas que fogem do pudico e, em alguns casos, chegam a ser quase explícitas. Exemplos: a primeira transa do protagonista com paralisia cerebral de Special ou a cena do golden shower de Amizade Dolorida. As três, por coincidência, têm personagens principais do universo teen e acredito que muito adolescentes e jovens se enxerguem nos papéis.

A primeira que vi foi Sex Education. A abordagem do sexo entre adolescentes vem por meio de temas como masturbação (masculina e feminina), polução noturna, sexo oral, perda da virgindade e até aborto, que são registrados de uma forma muito natural.

O trio de protagonistas de Sex EducationEm seguida, vi Special e dei parabéns à Netflix por fazer um seriado estrelado por um gay com paralisia cerebral. Seu criador, Ryan O’Connell, é igual ao personagem que interpreta. Ele interpreta um rapaz de 27 anos, que, na trama, esconde sua condição culpando um atropelamento pelo fato de mancar e ter deficiência na coordenação motora. Ao descolar um estágio num site, escreve sobre o acidente e se dá bem no emprego. Ao mesmo tempo, quer sair do “ninho” da mãe. Os episódios são curtos: têm cerca de quinze minutos. O’Connell dá conta do recado com revelações, ousadias e confissões do protagonista, temperadas com humor.

Cena de Special, série da Netflix Divulgação/Veja SP

Para terminar, há a mais apimentada do trio: Amizade Dolorida, a tal que tem a cena do golden shower, no segundo episódio. Vi de uma tacada só. A trama gira em torno de dois personagens: Tiff (Zoe Levin) e Pete (Brendan Scannell). Eles são amigos desde os tempos do colégio e moram em Nova York. Pete, inspirado no roteirista Rightor Doyle, é gay, quer fazer carreira como comediante de stand up, mas trabalha como garçom num café. Para aumentar a renda, aceita o convite de Tiff, que é dominatrix, para ser segurança dela. A jovem atende os desejos mais obscuros de seus clientes. Um, por exemplo, sente prazer em ter cócegas e outro se masturba quando alguém urina em seu corpo – o tal golden shower.

Continua após a publicidade

Espero mais séries em que temas que são considerados tabus possam chegar à TV da forma ampla, geral e irrestrita – e que todos sejam felizes em qualquer forma de amar.

Quer me seguir nas redes sociais? Anote: 

Facebook: facebook.com/paginadoblogdomiguel
Twitter: @miguelbarbieri
Instagram: miguelbarbieri
YouTube: Miguel Barbieri Jr. 

 

 

Continua após a publicidade

Publicidade

Essa é uma matéria exclusiva para assinantes. Se já é assinante, entre aqui. Assine para ter acesso a esse e outros conteúdos de jornalismo de qualidade.

Essa é uma matéria fechada para assinantes e não identificamos permissão de acesso na sua conta. Para tentar entrar com outro usuário, clique aqui ou adquira uma assinatura na oferta abaixo

Para entender e curtir o melhor de SP, Veja São Paulo. Assine e continue lendo.

Impressa + Digital

Plano completo da VejaSP! Acesso aos conteúdos exclusivos em todos formatos: revista impressa, site com notícias e revista no app.

Acesso ilimitado ao Site da VejaSP, diariamente atualizado.

Resenhas dos melhores restaurantes, bares e endereços de comidinhas de São Paulo.

Receba semanalmente VejaSP impressa mais acesso imediato às edições digitais no App Veja, para celular e tablet.

a partir de R$ 19,90/mês

Digital

Plano ilimitado para você que gosta de acompanhar diariamente os conteúdos exclusivos no site e ter acesso a edição digital no app.

Acesso ilimitado ao Site da VejaSP, diariamente atualizado.

Resenhas dos melhores restaurantes, bares e endereços de comidinhas de São Paulo.

Edições da VejaSP liberadas no App Veja de maneira imediata

a partir de R$ 12,90/mês