Imagem Blog

Terraço Paulistano

Notas exclusivas sobre artistas, políticos, atletas, modelos, empresários e pessoas de outras áreas que são destaque na cidade. Por Humberto Abdo.
Continua após publicidade

Preço de aluguel em São Paulo tem maior alta dos últimos três anos

Bom Retiro e Pinheiros estão entre os bairros mais valorizados da capital, indica nova pesquisa do QuintoAndar

Por Humberto Abdo
11 jan 2023, 17h18

O ano de 2022 se encerrou com a maior alta dos preços de aluguel dos últimos anos, de acordo com o novo Índice QuintoAndar. Em São Paulo, o aumento foi de 15,5%. Em 2021, no Rio de Janeiro, a oscilação foi de 6,22% e, em SP, 3,16% – e embora o crescimento da capital fluminense seja maior em 2022, São Paulo segue como a cidade com o valor médio do metro quadrado mais caro (R$ 42,22), contra R$ 36,20 no Rio.

Atualmente, a diferença média entre os valores anunciados e os valores contratados está em 10,1% em dezembro. Ainda que mais apertados, os números deixam claro que há espaço para negociação na hora de alugar um imóvel. 

O ano também foi marcado pela valorização dos imóveis de um quarto. De acordo com o levantamento, os imóveis de um dormitório tiveram alta nos preços de 17,7% em SP. Esses números são bem diferentes dos registrados no começo de 2021, quando este perfil de imóvel seguia desvalorizado por conta da alta procura por mais espaço, impulsionada pela pandemia. 

“Percebemos que o mercado de aluguel em 2022 acompanhou o momento da economia brasileira, com crescimento registrado em todos os segmentos”, conta Vinicius Oike, economista do QuintoAndar. “O retorno ao trabalho e ao estudo de forma presencial e a estabilização de modelos híbridos devem ressignificar a moradia. Por enquanto, vemos um aumento de preço significativo nos imóveis bem localizados, próximos de pólos de emprego e com boa acessibilidade.”

Continua após a publicidade

Em São Paulo, Bom Retiro aparece no topo do ranking como um dos bairros mais valorizados (37%), seguido por Pinheiros (32,2%), Vila Clementino (31,6%) e Água Fria (31,5%).

“É possível visualizar uma valorização em bairros mais próximos ao Centro em 2022, na comparação com o ano anterior. São bairros que já costumam ter um valor alto do metro quadrado, como Pinheiros, e, com os recentes lançamentos, tiveram uma valorização ainda maior, acima da média da cidade“, afirma Oike.

Para mais novidades e destaques paulistanos, siga Humberto Abdo no Instagram e no Twitter.

+Assine a Vejinha a partir de 9,90.

Publicidade

Essa é uma matéria fechada para assinantes.
Se você já é assinante clique aqui para ter acesso a esse e outros conteúdos de jornalismo de qualidade.

Domine o fato. Confie na fonte.
10 grandes marcas em uma única assinatura digital
Impressa + Digital no App
Impressa + Digital
Impressa + Digital no App

Informação de qualidade e confiável, a apenas um clique.

Assinando Veja você recebe semanalmente Veja SP* e tem acesso ilimitado ao site e às edições digitais nos aplicativos de Veja, Veja SP, Veja Rio, Veja Saúde, Claudia, Superinteressante, Quatro Rodas, Você SA e Você RH.
*Para assinantes da cidade de São Paulo

a partir de R$ 39,90/mês

PARABÉNS! Você já pode ler essa matéria grátis.
Fechar

Não vá embora sem ler essa matéria!
Assista um anúncio e leia grátis
CLIQUE AQUI.