Clique e Assine a partir de R$ 12,90/mês
Pergunte ao Doutor Por Blog

Cinco cuidados que a mulher deve ter na hora de dormir

Confira dicas para seguir antes de se deitar

Por Aretha Yarak Atualizado em 4 mar 2017, 13h22 - Publicado em 25 fev 2015, 21h11

Tirar a maquiagem: Além de não ser um hábito muito higiênico dormir de maquiagem, o contato prolongado desses cosméticos com o rosto pode entupir os poros e facilitar o aparecimento de acnes e cravos. Há sempre a chance de ocorrer uma irritação ou mesmo um quadro alérgico na pele. Quando o hábito é recorrente, existe também uma maior probabilidade de ressecamento, dando um aspecto mais avermelhado e áspero. Os poros ficam mais dilatados e ocorre uma perda de viço. Ou seja, a aparência fica envelhecida. Mas esse processo pode ser reversível, desde que se estabeleçam hábitos higiênicos adequados e regulares.

+ Vale a pena trocar o absorvente interno pelo coletor menstrual?

Colocar sutiã: Para mulheres com mamas muito grandes, é indicado usar sutiã 24 horas por dia. Além de dar sustentação à estrutura dos seios, a peça ainda ajuda a evitar o aparecimento de estrias – uma “mãozinha” contra os efeitos da gravidade. Atualmente, existem sutiãs que são confortáveis e não machucam durante a noite, como os feitos a laser, sem costura. A dica é: quanto maior a mama, maior a necessidade do uso de sutiã.

Vestir meias de algodão para hidratar os pés: A tática intensifica o tratamento, já que funciona quase como um curativo, mas é preciso alguns cuidados. Indica-se somente o uso de meias de algodão, já que as sintéticas não absorvem o suor. Na hora de escolher o creme, opte por aqueles com hidratação intensiva à base de ureia e lactato de amônia.

Não prender os cabelos ou ir deitar com os fios molhados: Evite as duas situações a qualquer custo. Na primeira, a umidade pode favorecer o aparecimento de fungos (micoses), a descamação do couro, os fios quebradiços e as chances de desenvolver caspa. Quem se deita com um rabo de cavalo também dá chance ao aparecimento da caspa e tem maiores chances de acordar com os fios quebrados.

+ Faz mal emendar as cartelas do anticoncepcional?

Evitar a posição “conchinha”: Aquelas que dormem de lado, abraçadas por alguém, têm mais chances de enrugar o colo, além de ficar com uma marquinha mais profunda entre os seios. Isso é um problema maior para as mulheres que têm a pele desidratada e bastante agredida pelo sol. Para minimizar a questão, a sugestão é dormir abraçada com um travesseiro, assim o tórax fica aberto, evitando as rugas.

* Fontes: Claudia Miki, dermatologista fellow da Academia Americana de Dermatologia; cirurgião plástico Noel Lima; dermatologista Murilo Drummond, professor titular do Instituto de Pós-Graduação Carlos Chagas.

** O conteúdo deste post não substitui uma consulta médica. Procure sempre seu médico.

Continua após a publicidade

Publicidade

Essa é uma matéria exclusiva para assinantes. Se já é assinante, entre aqui. Assine para ter acesso a esse e outros conteúdos de jornalismo de qualidade.

Essa é uma matéria fechada para assinantes e não identificamos permissão de acesso na sua conta. Para tentar entrar com outro usuário, clique aqui ou adquira uma assinatura na oferta abaixo

Para entender e curtir o melhor de SP, Veja São Paulo. Assine e continue lendo.

Impressa + Digital

Plano completo da VejaSP! Acesso aos conteúdos exclusivos em todos formatos: revista impressa, site com notícias e revista no app.

Acesso ilimitado ao Site da VejaSP, diariamente atualizado.

Resenhas dos melhores restaurantes, bares e endereços de comidinhas de São Paulo.

Receba semanalmente VejaSP impressa mais acesso imediato às edições digitais no App Veja, para celular e tablet.

a partir de R$ 19,90/mês

Digital

Plano ilimitado para você que gosta de acompanhar diariamente os conteúdos exclusivos no site e ter acesso a edição digital no app.

Acesso ilimitado ao Site da VejaSP, diariamente atualizado.

Resenhas dos melhores restaurantes, bares e endereços de comidinhas de São Paulo.

Edições da VejaSP liberadas no App Veja de maneira imediata

a partir de R$ 12,90/mês