Clique e Assine a partir de R$ 12,90/mês
Pergunte ao Doutor Por Blog

Comer carboidrato à noite engorda?

A endocrinologista Carolina Ferraz, do Centro de Nódulos da Tireoide do Hospital Samaritano de São Paulo, responde

Por Catherine Barros Atualizado em 30 Maio 2017, 13h29 - Publicado em 30 Maio 2017, 13h28

Muitas dietas recomendam que não se consuma carboidratos à noite, para não engordar. Segundo médicos e nutricionistas, o conselho faz todo sentido. “Ao ser ingerido, o carboidrato aumenta a insulina no organismo, fazendo com que a glicose absorvida transforme-se em energia”, explica a endocrinologista Carolina Ferraz, do Hospital Samaritano de São Paulo. “Se essa energia acumulada não for utilizada, ela será armazenada na forma de tecido gorduroso no corpo.”

Quanto mais nos movimentamos, mais gastamos essa energia; e, no período noturno, a tendência é reduzir a atividade física. “Portanto, se consumir uma grande quantidade de alimentos à base de carboidratos à noite, o indivíduo poderá engordar”, conclui a médica.

Isso não significa que se deva parar de comer carboidratos, ao contrário. Eles são essenciais para se manter saudável, pois fornecem energia para as células e garantem o bom funcionamento do organismo.

Se a intenção for emagrecer, o ideal é trocar o tipo de carboidrato ingerido, ou seja: em vez de consumir carboidratos simples (os “refinados”, presentes na farinha branca, arroz, pães, doces e massas), opte pelos complexos, que têm baixo índice glicêmico. Entre eles estão alimentos integrais, aveia, linhaça e gergelim. “Eles garantem energia por um longo período de tempo e facilitam a perda de peso, pela demora na absorção”, diz a endocrinologista. No período noturno, entretanto, deve-se sempre reduzir o consumo de carboidratos, independentemente do tipo. 

 

 

Continua após a publicidade

Publicidade