Imagem Blog

Pop! Pop! Pop! Materia seguir SEGUIR Materia seguir SEGUINDO

Por Blog
Cultura pop, TV e o que repercute nas redes sociais
Continua após publicidade

Motorista do caso Kayky Brito conta que foi procurado por Bruno de Luca

Diones Coelho da Silva disse que o apresentador desabafou sobre seu estado psicológico: 'medo de sair'

Por Redação VEJA São Paulo Materia seguir SEGUIR Materia seguir SEGUINDO
Atualizado em 2 nov 2023, 18h02 - Publicado em 2 nov 2023, 16h28

O motorista Diones Coelho da Silva, envolvido no acidente de carro do ator Kayky Brito, relatou nas redes sociais que foi procurado por Bruno de Luca, que está sendo indiciado por omissão de socorro no caso. De acordo com Diones, o apresentador entrou em contato com ele por meio do Instagram e pediu seu número de telefone.

+ Bianca Andrade e o filho sofrem acidente de carro no RJ

“Nessa ligação ele me agradeceu bastante em relação ao suporte que prestei ao amigo dele”, contou o motorista. Bruno de Luca ainda teria desabafado com ele sobre seu estado psicológico e as mensagens negativas que recebe nas redes sociais: “Enfatizei que eu queria falar sobre a pessoa dele, como é que ele estava se sentindo, como é que ele tem vivido esses dias. Ele me falou que estava passando muito mal psicologicamente, com medo de sair, com medo das pessoas, por tudo que têm destilado contra ele na internet. E eu falei que estava ali para estender a mão para poder ajudar”.

O apresentador estava junto com o amigo Kayky Brito em um quiosque na Barra da Tijuca momentos antes do acidente, no dia 2 de setembro. Imagens analisadas pela 69ª DP (Barra da Tijuca) mostram ele levando as mãos na cabeça ao presenciar o atropelamento. O responsável por prestar o socorro foi o motorista Diones. O inquérito policial concluiu que ele estava em velocidade reduzida e realizou toda a assistência necessária para a vítima.

Continua após a publicidade

A investigação terminou sem indiciamentos, porém a Justiça do Rio optou por acatar um pedido do Ministério Público do Rio de Janeiro para que Bruno de Luca responda por omissão de socorro. Após o anúncio do indiciamento, a defesa afirmou que “em momento algum Bruno de Luca pode ser acusado de omissão de socorro, já que várias pessoas estavam prestando o auxílio necessário, inclusive chamando os bombeiros”.

Compartilhe essa matéria via:
Publicidade

Essa é uma matéria fechada para assinantes.
Se você já é assinante clique aqui para ter acesso a esse e outros conteúdos de jornalismo de qualidade.

Para curtir o melhor de São Paulo!
Receba VEJA e VEJA SP impressas e tenha acesso digital a todos os títulos Abril.
Impressa + Digital no App
Impressa + Digital
Impressa + Digital no App

Informação de qualidade e confiável, a apenas um clique.

Assinando Veja você recebe semanalmente Veja SP* e tem acesso ilimitado ao site e às edições digitais nos aplicativos de Veja, Veja SP, Veja Rio, Veja Saúde, Claudia, Superinteressante, Quatro Rodas, Você SA e Você RH.
*Para assinantes da cidade de São Paulo

a partir de R$ 39,90/mês

PARABÉNS! Você já pode ler essa matéria grátis.
Fechar

Não vá embora sem ler essa matéria!
Assista um anúncio e leia grátis
CLIQUE AQUI.