Clique e Assine a partir de R$ 12,90/mês
Pop! Pop! Pop! Por Blog Cultura pop, TV e o que repercute nas redes sociais

Mergulhadora devolve aliança de casamento perdida 37 anos atrás com a ajuda do Facebook

O que você faria se perdesse uma aliança em alto mar? A joia de casamento de Agustín Aliaga escapou de seu dedo durante um mergulho e ele achou que jamais veria o anel novamente. Para sua surpresa, no entanto, o homem o reencontrou 37 anos após perdê-lo, tudo por causa da instrutora de mergulho Jessica Cuesta. + Casal faz ensaio […]

Por VEJASP Atualizado em 26 fev 2017, 10h05 - Publicado em 22 set 2016, 16h45

ABRE03

O que você faria se perdesse uma aliança em alto mar? A joia de casamento de Agustín Aliaga escapou de seu dedo durante um mergulho e ele achou que jamais veria o anel novamente. Para sua surpresa, no entanto, o homem o reencontrou 37 anos após perdê-lo, tudo por causa da instrutora de mergulho Jessica Cuesta.

+ Casal faz ensaio inspirado em Diário de Uma Paixão para celebrar 57 anos juntos
+ Preço dos novos fones de ouvido está levando os fãs da Apple à loucura na web

A mulher estava em Benidorm, no leste da Espanha, quando encontrou a aliança a mais de 7 metros de profundidade. Em um primeiro momento, a profissional achou que tinha descoberto um “tesouro”, mas logo percebeu que era um anel de casamento, com nome e uma data inscritos. Apesar de ficar um pouco triste, ela decidiu tentar encontrar o dono, colocando uma foto da joia em seu perfil pessoal no FacebookConfira: 

A

Por sorte, Agustín continua casado com a mesma mulher, Juani Aliaga. Espanhóis, eles moram em Zaragoza, a 400 quilômetros de distância da onde mora Jessica, a instrutora de mergulho argentina que salvou a aliança de casamento. O casal precisou viajar quatro horas de carro para encontrá-la: “Por um momento pensei em enviar o anel por correio, mas queria encotrá-los“, explicou a mulher ao Clarín.

[youtube https://www.youtube.com/watch?v=G_EvNrwKXQs?feature=oembed&w=500&h=281%5D

Dê sua opinião: E você, o que achou da curiosa história? Deixe seu comentário e aproveite para curtir nossa página no Facebook.

Continua após a publicidade

Publicidade