Imagem Blog

Pop! Pop! Pop!

Por Blog
Cultura pop, TV e o que repercute nas redes sociais
Continua após publicidade

Após contar sobre morte de mãe, mulher é surpreendida pelo marido

"Ele, então, começou a me contar uma história sobre a minha mãe. Uma história que eu nunca ouvi antes porque ela não queria que eu soubesse"

Por Redação VEJA São Paulo Materia seguir SEGUIR Materia seguir SEGUINDO
Atualizado em 5 fev 2020, 14h01 - Publicado em 21 jun 2018, 18h49

Quem sofre com ansiedade, sabe que, apesar das dificuldades, sempre existe uma pessoa que te entende — que sabe como te acalmar e te ajudar a compreender a situação estressante. Para Nikki Pennington, essa pessoa era a sua mãe. “Ansiedade sempre foi parte da minha vida. Está aqui há tanto tempo que eu não consigo mais me lembrar da vida sem ela“. No Facebook, a mulher chamou atenção ao revelar uma história inesperada.

Se você sofre de ansiedade, você sabe que existe aquela pessoa. A única pessoa que sabe exatamente o que fazer para te acalmar no meio de uma crise de ansiedade. Para mim, essa pessoa era a minha mãe“, explicou Nikki. “Ela sabia exatamente o que dizer, como dizer e o momento certo para ajudar a me trazer de volta à realidade. As palavras e o conforto dela sempre foram mais fortes que a minha ansiedade. Eu sempre assumi que ela seria para sempre essa pessoa, mas tudo mudou“.

A jovem, então, revelou como foi surpreendida por uma crise poucas semanas após o casamento. Ela quis ligar para a mãe, mas seu marido tinha outra ideia: “Ele, então, disse: ‘Por que você não conversa comigo? Tente, vamos ver se eu consigo’. Então eu tentei. Eu dei uma chance para que ele tentasse me ajudar com a minha ansiedade e foi como se eu estivesse conversando com a minha mãe, como se eu estivesse conversando com a minha pessoa. As ligações para a minha mãe por causa da minha ansiedade foram diminuindo. Ela nunca perguntou por que, nunca questionou o que aconteceu“.

No dia que a mãe de Nikki morreu, a mulher ligou para o marido para dar a má notícia: “Eu disse ‘a minha pessoa se foi. A pessoa que me conhecia e me amava com todas as minhas falhas. A única pessoa que sabia como acalmar os meus medos, ela se foi’. Ele, então, começou a me contar uma história sobre a minha mãe. Uma história que eu nunca ouvi antes porque ela não queria que eu soubesse“.

No nosso casamento, a minha mãe deu um bilhete para o meu marido. Um bilhete que era apenas para os dois. Um bilhete com o título ‘como ser a pessoa da Nikki’. Era um guia passo a passo com o que ela dizia e fazia por mim quando a minha ansiedade tomava conta: passo um, apenas escute. Passo dois: escute um pouco mais. Passo três: não tente resolver o problema. Passo quatro: diga que você entende. Passo cinco: permaneça escutando até que ela resolva o problema sozinha. Ela vai resolver, ela sempre resolve. Ela ainda não sabe, mas ela já sabe tudo sozinha“. Confira: 

Continua após a publicidade

A minha mãe desistiu de ser a minha pessoa não porque ela queria, mas porque ela queria que o meu marido soubesse ser a minha pessoa quando ela não estivesse aqui. Ela desistiu de ser a minha pessoa para garantir que eu sempre tivesse uma“, escreveu a mulher. Nikki termina com uma homenagem: “Adivinha, mamãe? Você ainda é para sempre a minha pessoa“.

Dê sua opinião: E você, o que achou da história de Nikki? Deixe seu comentário e aproveite para curtir a nossa fanpage no Facebook!

Publicidade

Essa é uma matéria fechada para assinantes.
Se você já é assinante clique aqui para ter acesso a esse e outros conteúdos de jornalismo de qualidade.

Domine o fato. Confie na fonte.
10 grandes marcas em uma única assinatura digital
Impressa + Digital no App
Impressa + Digital
Impressa + Digital no App

Informação de qualidade e confiável, a apenas um clique.

Assinando Veja você recebe semanalmente Veja SP* e tem acesso ilimitado ao site e às edições digitais nos aplicativos de Veja, Veja SP, Veja Rio, Veja Saúde, Claudia, Superinteressante, Quatro Rodas, Você SA e Você RH.
*Para assinantes da cidade de São Paulo

a partir de R$ 39,90/mês

PARABÉNS! Você já pode ler essa matéria grátis.
Fechar

Não vá embora sem ler essa matéria!
Assista um anúncio e leia grátis
CLIQUE AQUI.