Imagem Blog

Pop! Pop! Pop!

Por Blog
Cultura pop, TV e o que repercute nas redes sociais
Continua após publicidade

Dono de café irlandês provoca polêmica no Facebook após comentário sobre empregado brasileiro

O Brasil é, sem dúvida, um país com milhões de especialistas em “zoeira”. O caso mais recente que demonstra essa afirmativa começou quando o White Moose Café, localizando em Dublin, na Irlanda, publicou na internet um comentário pejorativo sobre um brasileiro que procurava uma oportunidade de emprego. Ele fez piada da dificuldade do candidato ao emprego ao […]

Por Tatiane Rosset
Atualizado em 26 fev 2017, 13h05 - Publicado em 25 fev 2016, 14h04

ABRE

O Brasil é, sem dúvida, um país com milhões de especialistas em “zoeira”. O caso mais recente que demonstra essa afirmativa começou quando o White Moose Café, localizando em Dublin, na Irlanda, publicou na internet um comentário pejorativo sobre um brasileiro que procurava uma oportunidade de emprego. Ele fez piada da dificuldade do candidato ao emprego ao traduzir uma palavra.

+ Crise de ciúmes de esposa de Wesley Safadão provoca polêmica na web
+ 9 comentários hilários (e imperdíveis) do Padre Fábio de Melo no Snapchat

Entrevistando um brasileiro para trabalhar na cozinha e, coitadinho, sempre que ele queria dizer cozinha, ele dizia frango (…). Eu gosto de frango. Eu realmente quero estar nos frangos. Quão grande é o seu frango? Honestamente, nunca ficar sério foi tão difícil“, escreveu o dono do estabelecimento, Paul Stenson, no Facebook oficial do café — em inglês, as palavras “frango” e “cozinha” são sonoramente muito parecidas.

A mensagem foi curtida mais de 1,3 mil vezes e recebeu vários compartilhamentos. Em poucos dias, o White Moose Café recebeu diversas avaliações de apenas uma estrela em sua página no Facebook, todas de brasileiros — e Stenson foi acusado de xenofobia pelos usuários: “Gostamos de fazer graça com as pessoas“, se explicou o rapaz à BBC Brasil.

002

Continua após a publicidade

O dono do estabelecimento ficou revoltado com as notas baixas e continuou atacando os brasileiros: “É uma pena que vocês apenas deem a nota de uma estrela e não escrevem nada — não podemos rir do seu inglês se vocês não escrevem nada“, comentou. Nos dias seguintes, as provocações continuaram, com Stenson oferecendo ingressos para um show da Beyoncé e depilações ao “estilo brasileiro” para os usuários que avaliassem o café com cinco estrelas.

004

003

Após dias de “zoação”, o site de humor brasileiro Capinaremos resolveu convocar seus 250 000 seguidores a darem notas negativas na página do Facebook do estabelecimento: “Ele fez comentários elevando o grau da zoeira e nós só contra-atacamos“, comentou Sandro Sanfelice, um dos administradores do site.

Em pouco tempo, o estabelecimento recebeu mais de 14 000 avaliações negativas — foi então que Stenson decidiu bloquear a página para acessos a partir do Brasil. Mas não se preocupe, os internautas resolveram avaliar os serviços do White Moose no TripAdvisor e no Google.

Continua após a publicidade

007

008

Esta não é a primeira vez que o White Moose Café se envolve em uma polêmica: em agosto de 2015, a página do bar fez uma piada com seus clientes veganos: “(…) por favor, não venham ao nosso café sem antes avisar e não nos olhem espantados por não haver 50 000 itens no meu compatíveis com os requisitos idiossincráticos de sua dieta“, escreveu — para saber mais sobre a polêmica envolvendo o endereço, clique aqui.

Dê sua opinião: O que você achou dos comentários feitos pelo dono do estabelecimento? Deixe seu comentário e aproveite para curtir nossa fanpage no Facebook.

Publicidade

Essa é uma matéria fechada para assinantes.
Se você já é assinante clique aqui para ter acesso a esse e outros conteúdos de jornalismo de qualidade.

Domine o fato. Confie na fonte.
10 grandes marcas em uma única assinatura digital
Impressa + Digital no App
Impressa + Digital
Impressa + Digital no App

Informação de qualidade e confiável, a apenas um clique.

Assinando Veja você recebe semanalmente Veja SP* e tem acesso ilimitado ao site e às edições digitais nos aplicativos de Veja, Veja SP, Veja Rio, Veja Saúde, Claudia, Superinteressante, Quatro Rodas, Você SA e Você RH.
*Para assinantes da cidade de São Paulo

a partir de R$ 39,90/mês

PARABÉNS! Você já pode ler essa matéria grátis.
Fechar

Não vá embora sem ler essa matéria!
Assista um anúncio e leia grátis
CLIQUE AQUI.