Imagem Blog

Pop! Pop! Pop!

Por Blog
Cultura pop, TV e o que repercute nas redes sociais
Continua após publicidade

O cachorro deste casal “fingiu” estar doente para ser mimado

"Nós o levamos ao veterinário e pagamos 85 dólares para que eles nos contasse que o nosso cachorro estava fingindo", contou a mulher no Twitter

Por Redação VEJA São Paulo Materia seguir SEGUIR Materia seguir SEGUINDO
Atualizado em 8 nov 2017, 19h51 - Publicado em 8 nov 2017, 19h31

Você já fingiu estar doente para faltar à escola ou ao trabalho? Pois parece que você não é o único: na quinta (2), a jovem Kennady Longhurst, de 22 anos, revelou na internet que seu cachorro, Sullivan, “fez de conta” que estava doente para impedir que a mulher e seu marido, Alex Slasberry, de 25 anos, fossem trabalhar.

Ela chegou em casa para o almoço e percebeu que Sully, como a mascote é chamada pela família, estava fazendo um ruído estranho: “Era uma combinação entre o som de tosse, engasgo e o barulho de limpar a garganta“, contou a mulher ao BuzzFeed.

Ela ficou assustada e decidiu ligar para o marido, que voltou para casa, preocupado: “Eu entrei em pânico e comecei a pesquisar possíveis soluções na internet“. Ela, então, percebeu que a mascote voltou ao normal após um tempo com a dona. “Ele estava balançando o rabo e correndo em círculos, agindo normalmente“.

Mesmo após a rápida melhora do cachorro, Kennady decidiu ficar em casa pelo resto do dia. O casal disse que, apesar de uma tosse nada típica, ele estava se comportando normalmente. À noite, os ruídos pararam, mas, na manhã do dia seguinte, quando Alex estava se arrumando para sair para o trabalho, Sully voltou a tossir.

Continua após a publicidade

O casal, então, decidiu levar o pet ao veterinário para checar o caso. O profissional citou várias causas para o problema e fez diversos exames no cachorro — os resultados, no entanto, mostravam que ele estava saudável.

Eles prescreveram antibióticos, só para garantir, mas ele não tinha febre ou outros sintomas. O próprio veterinário ficou confuso“, contou Kennady. Eles analisaram atentamente o comportamento do cachorro, mas não encontraram nenhum problema. Após retornar ao veterinário, receberam uma notícia surpreendente: “Ele nos disse que, às vezes, cachorros fingem estar doentes ou mancar para conseguir atenção, petiscos ou privilégios especiais“.

Ele sabe que nós sabemos que ele estava fingindo. Então ele é apenas um falsário que queria um pouco de atenção extra. Nós o mimamos tanto que ele provavelmente aprendeu que, se ele agir de maneira diferente, alguém passará o dia com ele“, contou a mulher.

Continua após a publicidade

Kennady compartilhou a história no Twitter, onde o texto já acumula mais de 197 000 curtidas em poucos dias: “O meu marido trabalhou de casa porque o nosso cachorro estava tossindo. Nós o levamos ao veterinário e pagamos 85 dólares para que eles nos contasse que o nosso cachorro estava fingindo“. Confira: 

Você não precisa se preocupar com o Sully: desde a visita ao veterinário, a mascote não tossiu mais e não voltou a aprontar. 

Dê sua opinião: E você, o que achou da história inusitada? Deixe seu comentário e aproveite para curtir nossa fanpage no Facebook.

Publicidade

Essa é uma matéria fechada para assinantes.
Se você já é assinante clique aqui para ter acesso a esse e outros conteúdos de jornalismo de qualidade.

Domine o fato. Confie na fonte.
10 grandes marcas em uma única assinatura digital
Impressa + Digital no App
Impressa + Digital
Impressa + Digital no App

Informação de qualidade e confiável, a apenas um clique.

Assinando Veja você recebe semanalmente Veja SP* e tem acesso ilimitado ao site e às edições digitais nos aplicativos de Veja, Veja SP, Veja Rio, Veja Saúde, Claudia, Superinteressante, Quatro Rodas, Você SA e Você RH.
*Para assinantes da cidade de São Paulo

a partir de R$ 39,90/mês

PARABÉNS! Você já pode ler essa matéria grátis.
Fechar

Não vá embora sem ler essa matéria!
Assista um anúncio e leia grátis
CLIQUE AQUI.