Imagem Blog

Pop! Pop! Pop!

Por Blog
Cultura pop, TV e o que repercute nas redes sociais
Continua após publicidade

Bebê de 4 meses quase morre após ser beijado no rosto em batizado

xxxFoi exaustivo fisicamente e mentalmente ver a saúde do Noah tão deteriorada e eu faria de tudo para evitar que outras famílias passem pela mesma coisa"

Por Redação VEJA São Paulo Materia seguir SEGUIR Materia seguir SEGUINDO
Atualizado em 14 jun 2019, 10h04 - Publicado em 13 jun 2019, 17h48

Um bebê de apenas 4 meses de vida ficou entre a vida e a morte após ser beijado no rosto durante uma cerimônia de batismo. O pequeno Noah Tindle sofreu com o olho direito, que ficou inchado, cheio de bolhas e lacrimejando constantemente. Após o susto, a mãe da criança, Ashleigh White, foi ao Facebook desabafar e fazer um alerta a outras mamães, falando sobre o hábito de beijar recém-nascidos.

O pequeno Noah foi diagnosticado com o vírus da herpes simples, HSV-1, conhecido como “beijo da morte”. Ele não costuma ser prejudicial para adultos, mas pode ser fatal para recém-nascidos. Na rede social, a mamãe compartilhou fotos da criança já doente, revelando que ele foi contaminado durante sua cerimônia de batismo, realizada em setembro de 2018 — quando foi beijado por vários convidados.

Logo após o diagnóstico, Noah foi enviado para um hospital pediátrico para iniciar um tratamento com antivirais, que durou duas semanas. O bebê precisava ser medicado três vezes ao dias. Na sequência, ele começou um tratamento com um profilático que duraria pelo menos seis meses. A criança, porém, teve uma reação alérgica ao medicamento e precisou estender os cuidados até outubro de 2018. O percurso da família, no entanto, ainda não chegou ao fim.

“Ainda temos um longo caminho pela frente e continuamos fazendo exames médicos constantemente. Na última consulta, o médico ficou feliz por ver Noah bem e feliz. É bom saber que estamos fazendo o tratamento corretamente. Eu tive a sorte de perceber o problema a tempo e ainda ter o meu menininho comigo hoje, mas algumas pessoas podem não ter a mesma sorte. Foi exaustivo fisicamente e mentalmente ver a saúde do Noah tão deteriorada e eu faria de tudo para evitar que outras famílias passem pela mesma coisa, entã,o por favor, por favor, por favor, não beijem recém-nascidos“, pediu Ashleigh no desabafo. Confira: 

Continua após a publicidade

Dê sua opinião: E você, o que achou do alerta para a mãe? Deixe seu comentário e aproveite para curtir nossa página no Facebook!

Publicidade

Essa é uma matéria fechada para assinantes.
Se você já é assinante clique aqui para ter acesso a esse e outros conteúdos de jornalismo de qualidade.

Domine o fato. Confie na fonte.
10 grandes marcas em uma única assinatura digital
Impressa + Digital no App
Impressa + Digital
Impressa + Digital no App

Informação de qualidade e confiável, a apenas um clique.

Assinando Veja você recebe semanalmente Veja SP* e tem acesso ilimitado ao site e às edições digitais nos aplicativos de Veja, Veja SP, Veja Rio, Veja Saúde, Claudia, Superinteressante, Quatro Rodas, Você SA e Você RH.
*Para assinantes da cidade de São Paulo

a partir de R$ 39,90/mês

PARABÉNS! Você já pode ler essa matéria grátis.
Fechar

Não vá embora sem ler essa matéria!
Assista um anúncio e leia grátis
CLIQUE AQUI.