Imagem Blog

Poder SP - Por Sérgio Quintella

Materia seguir SEGUIR Seguindo Materia SEGUINDO
Sérgio Quintella é repórter de cidades e trabalha na Vejinha desde 2015
Continua após publicidade

Após tragédia na França, prefeitura de São Paulo inspeciona Catedral da Sé

Gestão municipal analisou documentação e equipamentos de segurança

Por Sérgio Quintella Materia seguir SEGUIR Materia seguir SEGUINDO
17 abr 2019, 14h56

A Secretaria Municipal de Licenciamento realizou nesta terça-feira (16) uma vistoria não-programada na Catedral da Sé, um dos principais monumentos religiosos da cidade. A medida ocorreu um dia depois do incêndio que destruiu a igreja de Notre Dame, na França. Os técnicos da prefeitura paulistana verificaram que o alvará de funcionamento e o Auto de Vistoria do Corpo de Bombeiros (AVCB) estão em dia e em fase de renovação.

Sobre os equipamentos contra incêndio, como extintores e hidrantes, os funcionários da gestão Bruno Covas encontraram boas condições e todos com o prazo de validade vigente. Algumas recomendações, sobre a manutenção em tempo integral de uma brigada de incêndio, por exemplo, foram feitas, mas nada que garantisse a segurança do espaço. Procurada, a Arquidiocese de São Paulo não quis se pronunciar. VEJA SÃO PAULO esteve no local no mesmo dia e verificou as condições do sistema de segurança contra fogo.

Catedral da Sé
(Sérgio Quintella/Veja SP)

A situação verificada pela administração municipal na Catedral da Sé é bem diferente da ocorrida há vinte anos, quando o espaço foi interditado por problemas de segurança. Na época, a cúpula da igreja estava trincada e havia vestígios de queda de tijolos e pedras do forro. As paredes e o teto estavam com com problemas de infiltração de água e na parte externa, na saída da lateral esquerda, pedaços de concreto despencaram na calçada. O espaço foi liberado três meses depois.

Continua após a publicidade

Há quase quatro anos, um tiroteio em frente à catedral deixou duas pessoas mortas. Na época, policiais militares mataram um homem que mantinha uma mulher refém. Um morador de rua que tentou ajudar a vítima foi morto pelo sequestrador. As marcas de tiro, que ficaram pelo menos dois anos à vista em uma das portas, foram recentemente retiradas. No lugar foi colado um pedaço de ferro e pintado com verniz da mesma cor da madeira. 

Catedral da Sé
(Sérgio Quintella/Veja SP)

Inaugurada em 1954, a catedral, cujo prédio possui estilo gótico e tem 90 metros de altura, começou a ser construída em 1913. Do projeto original, do arquiteto alemão Maximiliano Hehl, ficaram faltando quatorze torres laterais.

Publicidade

Essa é uma matéria fechada para assinantes.
Se você já é assinante clique aqui para ter acesso a esse e outros conteúdos de jornalismo de qualidade.

Domine o fato. Confie na fonte.
10 grandes marcas em uma única assinatura digital
Impressa + Digital no App
Impressa + Digital
Impressa + Digital no App

Informação de qualidade e confiável, a apenas um clique.

Assinando Veja você recebe semanalmente Veja SP* e tem acesso ilimitado ao site e às edições digitais nos aplicativos de Veja, Veja SP, Veja Rio, Veja Saúde, Claudia, Superinteressante, Quatro Rodas, Você SA e Você RH.
*Para assinantes da cidade de São Paulo

a partir de 49,90/mês

PARABÉNS! Você já pode ler essa matéria grátis.
Fechar

Não vá embora sem ler essa matéria!
Assista um anúncio e leia grátis
CLIQUE AQUI.