Imagem Blog

Memória

Por Blog
Uma viagem no tempo às décadas passadas por meio de suas histórias, costumes e curiosidades.
Continua após publicidade

Criada nos anos 60, estátua de São Pedro teve trajetória curiosa

Obra que retratava o santo feita para presentear o papa Paulo VI foi exposta na Praça da Sé, mas acabou incinerada em 2013

Por Adriana Farias Materia seguir SEGUIR Materia seguir SEGUINDO
Atualizado em 5 fev 2020, 13h57 - Publicado em 13 jul 2018, 06h00

Em 1968, o artista Agenor Francisco dos Santos esculpiu em madeira um monumento de 12 metros de altura e 31 toneladas. Tratava-se de uma estátua de São Pedro, um dos doze apóstolos de Jesus, pensada para presentear o papa Paulo VI. Era uma retribuição à rosa de ouro que o pontífice oferecera pouco antes ao Santuário de Aparecida. No entanto, a enorme tora de peroba nunca chegou ao Vaticano. A dificuldade e o alto custo do transporte inviabilizaram a ideia.

Construída dentro das dependências da prefeitura de São Caetano do Sul, a peça ficou exposta por alguns meses na Praça da Sé, na década de 70. Depois, porém, caiu no esquecimento. Acabou abandonada no Parque Ibirapuera. Em 1975, o então prefeito da cidade da Grande São Paulo, Walter Braido, convocou Santos para restaurar a escultura. Serviço feito, ela foi exibida em frente ao câmpus da atual Universidade Municipal de São Caetano do Sul (USCS).

No centro de São Paulo na década de 70: fim trágico (Universidade Municipal de São Caetano do Sul/Veja SP)

Em 1991, devido às obras de um novo prédio na instituição, o monumento passou por outra renovação. Contudo, em 2006, por motivos de segurança, precisou ser removido. Um laudo constatou danos irreversíveis em sua estrutura. Em 2013, a estátua foi incinerada. “Era uma obra surpreendente e, no fim, terminou infestada de cupins”, relembra o professor de administração da USCS Joaquim Celso Freire Silva, 66.

Publicidade

Essa é uma matéria fechada para assinantes.
Se você já é assinante clique aqui para ter acesso a esse e outros conteúdos de jornalismo de qualidade.

Domine o fato. Confie na fonte.
10 grandes marcas em uma única assinatura digital
Impressa + Digital no App
Impressa + Digital
Impressa + Digital no App

Informação de qualidade e confiável, a apenas um clique.

Assinando Veja você recebe semanalmente Veja SP* e tem acesso ilimitado ao site e às edições digitais nos aplicativos de Veja, Veja SP, Veja Rio, Veja Saúde, Claudia, Superinteressante, Quatro Rodas, Você SA e Você RH.
*Para assinantes da cidade de São Paulo

a partir de R$ 39,90/mês

PARABÉNS! Você já pode ler essa matéria grátis.
Fechar

Não vá embora sem ler essa matéria!
Assista um anúncio e leia grátis
CLIQUE AQUI.