Imagem Blog

Filmes e Séries - Por Barbara Demerov Materia seguir SEGUIR Materia seguir SEGUINDO

Aqui você encontra críticas, entrevistas e as principais novidades sobre o mundo do cinema e do streaming
Continua após publicidade

Cinemateca apresenta mostra ‘Mulheres pioneiras no cinema’

Filmes de Alice Guy, Lois Weber, Lotte Reiniger e Germaine Dulac compõem programação gratuita

Por Barbara Demerov
Atualizado em 4 dez 2023, 12h01 - Publicado em 4 dez 2023, 11h45

Entre os dias 6 e 17 de dezembro, a Cinemateca Brasileira apresenta a mostra gratuita Mulheres pioneiras no cinema, com obras de cineastas que ajudaram a construir a linguagem audiovisual nas primeiras décadas do século passado, mas foram historicamente invisibilizadas e esquecidas.

+Balanço da CCXP23

A mostra faz parte do Projeto Viva Cinemateca, lançado em junho, que reúne os grandes projetos da Cinemateca Brasileira voltados à recuperação de acervos, além da modernização de sua sede e infraestrutura técnica.

Algumas das diretoras que compõe a programação – como as estadunidenses e europeias Alice Guy, Lois Weber, Lotte Reiniger e Germaine Dulac – passaram a ser mais difundidas nas últimas décadas após a digitalização e restauro de parte de suas obras. Tornaram-se ícones do processo de recuperação das pioneiras do cinema e são, portanto, incontornáveis para começar a se adentrar no tema.

O cenário latino, por sua vez, é menos difundido. Muitos são filmes dados como perdidos, como O mistério do Dominó Preto (Cléo de Verberena, 1931), considerado o primeiro longa dirigido por uma mulher no Brasil. São poucas as cópias existentes nos arquivos espalhados pelo continente e ainda menor a quantidade de exemplares projetáveis.

Continua após a publicidade

El pañuelo de Clarita (1919), da argentina Emilia Saleny, é revelador da escassez vigente: sua digitalização e restauro foram feitos em cima de uma VHS, tida como a única cópia sobrevivente.

Além das sessões, a Cinemateca Brasileira irá oferecer um curso, ministrado pela pesquisadora Marcella Grecco. Dividido em três aulas, o programa irá abordar os trabalhos de pioneiras de diferentes países, incluindo um destaque para a brasileira Cléo de Verberena, sobre a qual Marcella lançou um livro em 2022.

Compartilhe essa matéria via:
Publicidade

Essa é uma matéria fechada para assinantes.
Se você já é assinante clique aqui para ter acesso a esse e outros conteúdos de jornalismo de qualidade.

Para curtir o melhor de São Paulo!
Receba VEJA e VEJA SP impressas e tenha acesso digital a todos os títulos Abril.
Impressa + Digital no App
Impressa + Digital
Impressa + Digital no App

Informação de qualidade e confiável, a apenas um clique.

Assinando Veja você recebe semanalmente Veja SP* e tem acesso ilimitado ao site e às edições digitais nos aplicativos de Veja, Veja SP, Veja Rio, Veja Saúde, Claudia, Superinteressante, Quatro Rodas, Você SA e Você RH.
*Para assinantes da cidade de São Paulo

a partir de R$ 39,90/mês

PARABÉNS! Você já pode ler essa matéria grátis.
Fechar

Não vá embora sem ler essa matéria!
Assista um anúncio e leia grátis
CLIQUE AQUI.