Imagem Blog

Cidade das Crianças

Por Blog Materia seguir SEGUIR Seguindo Materia SEGUINDO
Os melhores programas para as crianças e a família espalhados por São Paulo. Por Beatriz Imagure (beatriz.imagure@abril.com.br)
Continua após publicidade

Para driblar o refrigerante, que tal suco natural gaseificado?

Nas rodas de mãe o feito é contado com orgulho: “o Joãozinho nunca tomou refrigerante”, “a Aninha até experimentou uma vez por descuido, mas achou horrível”. Sim, elas estão falando dos refrigerantes, essa categoria de bebida praticamente proibida para os pais da nova geração. Dá para entender: que pai ou mãe que quer habituar o […]

Por VEJA SP
Atualizado em 26 fev 2017, 22h43 - Publicado em 19 fev 2014, 12h31

suco1

Nas rodas de mãe o feito é contado com orgulho: “o Joãozinho nunca tomou refrigerante”, “a Aninha até experimentou uma vez por descuido, mas achou horrível”. Sim, elas estão falando dos refrigerantes, essa categoria de bebida praticamente proibida para os pais da nova geração.

Dá para entender: que pai ou mãe que quer habituar o filho a uma bebida sem qualquer nutriente, industrializada, lotada de açúcar e de sódio ao mesmo tempo? Eu que não! Mas gás é bom e a gente sabe – e o difícil é sustentar o discurso anti-carbonatação quando as próprias mães recorrem aos refris diet, ou mesmo aos alcoólicos gaseificados (“o que são essas bolhas? Por que não tem uma bebida com elas para mim também?”).

Para as famílias fãs de gás ou para aquelas em que evitar os refrigerantes já está beirando o impossível, a Gloops pode ser uma mão na roda. A proposta do produto é muito legal: vender sucos naturais (sem corantes e conservantes) gaseificados, que devem ser consumidos em até três dias. Eles têm um sabores bem incomuns: limão-siciliano com hortelã (o que eu mais gostei), maracujá com limão e melancia com abacaxi são alguns deles. Apenas os sabores com limão são adoçados (com açúcar orgânico), os outros não têm nenhum outro ingrediente além do suco e do gás \o/

Continua após a publicidade

O produto não é vendido em supermercado, mas pode ser encomendado pelo site (o pedido mínimo é de três garrafas, a R$ 6.50 cada uma com 300ml). Para aqueles que querem consumir no dia a dia, há até uma opção de assinatura: as garrafinhas chegam de tempos em tempos e o preço cai conforme a quantidade encomendada. Também dá para chamar a empresa para abastecer uma festa – sou fã de mãe que não serve refri no aniversário do filho! Se o pedido for grande as garrafinhas chegam num carrinho-bike assim de charmoso, ó:

suco2

Bateu curiosidade? fiquei sabendo agorinha mesmo pelo site da empresa que que eles estão no shopping Iguatemi vendendo suas garrafinhas, bem ao lado do restaurante Ritz. Apesar da ideia ser ótima, vale a pena provar antes de chamar para um evento ou pedir em quantidade maior, porque as vezes a criança não gosta de gás mesmo (caso da Dália, que não quer refrigerante, nem água com gás, nem o Gloops e gosta mesmo é de suco e água do filtro – e, sim, estou falando com orgulho hehe).

Publicidade

Essa é uma matéria fechada para assinantes.
Se você já é assinante clique aqui para ter acesso a esse e outros conteúdos de jornalismo de qualidade.

Domine o fato. Confie na fonte.
10 grandes marcas em uma única assinatura digital
Impressa + Digital no App
Impressa + Digital
Impressa + Digital no App

Informação de qualidade e confiável, a apenas um clique.

Assinando Veja você recebe semanalmente Veja SP* e tem acesso ilimitado ao site e às edições digitais nos aplicativos de Veja, Veja SP, Veja Rio, Veja Saúde, Claudia, Superinteressante, Quatro Rodas, Você SA e Você RH.
*Para assinantes da cidade de São Paulo

a partir de 49,90/mês

PARABÉNS! Você já pode ler essa matéria grátis.
Fechar

Não vá embora sem ler essa matéria!
Assista um anúncio e leia grátis
CLIQUE AQUI.