Imagem Blog

Cidade das Crianças

Por Blog
Os melhores programas para as crianças e a família espalhados por São Paulo. Por Beatriz Imagure (beatriz.imagure@abril.com.br)
Continua após publicidade

Ilan Brenman: “Não há competição entre um celular e um tempo de qualidade com os filhos”

Premiado autor infantil acaba de lançar 'Desligue e Abra', livro que estimula os pequenos a se desconectarem das telas. Confira entrevista

Por Júlia Rodrigues
Atualizado em 6 jan 2023, 10h18 - Publicado em 6 jan 2023, 06h00

Desligue e Abra (2022, 48 págs., Moderna) é o novo livro de Ilan Brenman, autor infantil com mais de setenta obras publicadas e mais de 3 milhões de títulos vendidos no país e no mundo. Nele, Ilan, que além de escritor, é psicólogo, educador e pai, propõe cenários para os pequenos imaginarem e brincadeiras que envolvem o próprio livro. A obra mostra que desligar os aparelhos eletrônicos, sejam eles celulares, tablets ou televisores, pode ser muito divertido. Com capa branca e dura, funciona como um livro-objeto, que pode, por exemplo, ser usado como base para empilhar outros objetos, como é sugerido nas próprias páginas. As ilustrações de Veridiana Scarpelli, feitas a canetinha, completam a diversão.

'Desligue e Abra': novo título é um livro-objeto
‘Desligue e Abra’: novo título é um livro-objeto (Editora Moderna/Divulgação)

Qual o impacto, a curto e longo prazo, do uso excessivo de telas por crianças?

São muitos, tanto psicológicos quanto físicos. A criança é um ser flexível. O aparelho gera uma imobilidade no corpo. Se ela fica muito tempo parada em uma posição só, vai ter complicações. A visão também é muito afetada. Falando de aspectos sociais, é fato que, quanto mais tempo você fica nos gadgets em geral, menos você socializa com outras pessoas e outras crianças, o que é essencial nessa fase. Outro problema é a falta de começo, meio e fim. O mundo virtual é um contínuo perpétuo, mas nosso cérebro gosta de coisas com começo, meio e fim, por isso amamos ouvir histórias. As telas podem ser usadas, claro, mas com equilíbrio e moderação.

+Editora Record lança novas edições de coletâneas de Drummond para crianças

Continua após a publicidade

A partir de que idade incentivar o hábito da leitura nos pequenos?

Começa quando ainda são bebês. Eu li pela primeira vez para bebês há vinte anos, em uma UTI neonatal. A enfermeira segurou no colo um bebê de uns 4 meses, ele estava internado, com vários aparelhos conectados ao corpo e não parava de se mexer, incomodado. Em poucos minutos de leitura, ele adormeceu. Os bebês gostam da voz humana e entendem, com o passar do tempo, que a leitura é uma forma de ficar próximo dos pais ou cuidadores. Não precisa treinar entoação, nada. Basta ler de uma forma gostosa e suave e criar o hábito.

O que pais e responsáveis podem fazer para diminuir a frequência do uso de telas dos pequenos que já estão acostumados a elas?

Não há competição entre um celular e um tempo de qualidade entre pais e filhos. Se você propuser para uma criança, por exemplo, em vez de brincar com o celular, ler uma história, ela com certeza vai preferir. Os pais e mães precisam se mostrar dispostos a isso.

Continua após a publicidade

+Assine a Vejinha a partir de 9,90. 

Publicado em VEJA São Paulo de 11 de janeiro de 2023, edição nº 2823

Publicidade

Essa é uma matéria fechada para assinantes.
Se você já é assinante clique aqui para ter acesso a esse e outros conteúdos de jornalismo de qualidade.

Domine o fato. Confie na fonte.
10 grandes marcas em uma única assinatura digital
Impressa + Digital no App
Impressa + Digital
Impressa + Digital no App

Informação de qualidade e confiável, a apenas um clique.

Assinando Veja você recebe semanalmente Veja SP* e tem acesso ilimitado ao site e às edições digitais nos aplicativos de Veja, Veja SP, Veja Rio, Veja Saúde, Claudia, Superinteressante, Quatro Rodas, Você SA e Você RH.
*Para assinantes da cidade de São Paulo

a partir de R$ 39,90/mês

PARABÉNS! Você já pode ler essa matéria grátis.
Fechar

Não vá embora sem ler essa matéria!
Assista um anúncio e leia grátis
CLIQUE AQUI.