Clique e Assine a partir de R$ 9,90/mês
Cine Vejinha Por Blog Tudo sobre cinema, estreias e os melhores filmes

Entidade pede tombamento do prédio do Cine Belas Artes

Por Bruna Gomes e Leonam Bernardo Segunda a assessoria da Secretaria de Cultura, a entidade Via Cultural entrou com um pedido de tombamento do Belas Artes no Conselho Municipal de Preservação do Patrimônio Histórico, Cultural e Ambiental da Cidade de São Paulo (Conpresp). A Secretaria Municipal de Cultura informa que prepara a documentação para que […]

Por VEJASP Atualizado em 27 fev 2017, 13h26 - Publicado em 13 jan 2011, 10h36

Por Bruna Gomes e Leonam Bernardo

Prédio do Cine Belas Artes pode se tornar patrimônio histórico

Segunda a assessoria da Secretaria de Cultura, a entidade Via Cultural entrou com um pedido de tombamento do Belas Artes no Conselho Municipal de Preservação do Patrimônio Histórico, Cultural e Ambiental da Cidade de São Paulo (Conpresp). A Secretaria Municipal de Cultura informa que prepara a documentação para que o assunto seja discutido já na próxima terça (18).

Anna Lúcia Marcondes, diretora-presidente da Via Cultural, conta que conversou sobre o tema com André Sturm, proprietário do cinema, na última segunda (10) e foi incentivada a formalizar o pedido. “O Belas Artes não é uma simples sala de projeção em um shopping. Sempre foi um lugar relacionado a coisas inquisitivas, novas, de vanguarda”, afirma a diretora. Sturm diz que foi surpreendido com a rapidez com que o pedido será avaliado. “Foi uma surpresa muito boa.”

O pedido de tombamento, caso seja aceito, protegerá o imóvel como um todo até uma avaliação mais detalhada ser feita. Não há previsão sobre quanto tempo leva até sair uma decisão definitiva nem sobre que tipo de preservação será determinado (apenas a fachada, parte interna ou o imóvel completo).

Segundo a Secretaria Municipal de Cultura, o tombamento por si só não garante a sobrevivência do Cine Belas Artes, apenas obriga o dono do imóvel a pedir permissão ao Conpresp para qualquer tipo de reforma ou alteração na estrutura do prédio. O proprietário não recebe ajuda financeira da Prefeitura e continua com liberdade para alugar ou vender o espaço para quem quiser.

Continua após a publicidade

Publicidade

Essa é uma matéria exclusiva para assinantes. Se já é assinante, entre aqui. Assine para ter acesso a esse e outros conteúdos de jornalismo de qualidade.

Essa é uma matéria fechada para assinantes e não identificamos permissão de acesso na sua conta. Para tentar entrar com outro usuário, clique aqui ou adquira uma assinatura na oferta abaixo

Para entender e curtir o melhor de SP, Veja São Paulo. Assine e continue lendo.

MELHOR
OFERTA

Digital

Plano ilimitado para você que gosta de acompanhar diariamente os conteúdos exclusivos no site e ter acesso a edição digital no app.

Resenhas dos melhores restaurantes, bares e endereços de comidinhas de São Paulo.

a partir de R$ 9,90/mês

ou

30% de desconto

1 ano por R$ 82,80
(cada mês sai por R$ 6,90)

Impressa + Digital

Plano completo da VejaSP! Acesso aos conteúdos exclusivos em todos formatos: revista impressa, site com notícias e revista no app.

Resenhas dos melhores restaurantes, bares e endereços de comidinhas de São Paulo.

Receba semanalmente VejaSP impressa mais acesso imediato às edições digitais no App Veja, para celular e tablet.

a partir de R$ 19,90/mês