Clique e Assine a partir de R$ 12,90/mês
Cine Vejinha Por Blog Tudo sobre cinema, estreias e os melhores filmes

“E Aí, Comeu?”

Por Tiago Faria Em alta após o sucesso de “Cilada. Com” (2011), o ator Bruno Mazzeo volta ao humor malicioso e desbocado, na linha do americano “Se Beber, Não Case!” (2009). Desta vez, ele tem um roteiro bem menos chinfrim à disposição. Baseada em peça homônima de Marcelo Rubens Paiva, a comédia ganha pontos ao […]

Por VEJASP Atualizado em 27 fev 2017, 12h23 - Publicado em 22 jun 2012, 17h54

Por Tiago Faria

Laura Neiva e Bruno Mazzeo na estreia ”E Aí, Comeu?”: humor em doses maliciosas

Em alta após o sucesso de “Cilada. Com” (2011), o ator Bruno Mazzeo volta ao humor malicioso e desbocado, na linha do americano “Se Beber, Não Case!” (2009). Desta vez, ele tem um roteiro bem menos chinfrim à disposição. Baseada em peça homônima de Marcelo Rubens Paiva, a comédia ganha pontos ao preservar o espírito divertido do original, embora caia em obviedades quando o drama precisa entrar em cena. O filme se solta e tira risadas principalmente nos trechos que entregam a sua origem teatral — quando, na mesa do bar, Fernando (papel de Mazzeo), Honório (Marcos Palmeira) e Fonsinho (Emilio Orsiollo Netto, o mais engraçado do trio de atores) jogam conversa fora sobre trapalhadas sexuais e manias femininas. Numa espécie de versão masculina para o seriado “Sex and the City”, o diretor de “Ódiquê?” (2004) intercala as histórias dos três amigos cariocas. Abatido por uma separação, Fernando não sabe como lidar com as cantadas de uma vizinha de 17 anos. Ainda mais agoniado, Fonsinho só consegue se relacionar com garotas de programa ou com mulheres comprometidas. O único casado do grupo, Honório também passa por maus momentos. Infeliz no matrimônio, começa a suspeitar que a esposa (interpretada por Dira Paes) o trai.

+ Os melhores filmes em cartaz; salas e horários
+ Onde assistir a “E Aí, Comeu?”

AVALIAÇÃO  ✪✪

Continua após a publicidade

Publicidade