Clique e Assine a partir de R$ 12,90/mês
Últimas de São Paulo Por Blog Notícias quentes e bastidores da cidade

Cinco maneiras de se sentir no Japão na Festa das Cerejeiras

Neste final de semana, o Parque do Carmo, na zona leste da capital, recebe milhares de pessoas para apreciar a florada das cerejeiras. + Saiba mais sobre a Festa das Cerejeiras O encontro é uma tradição no Japão, onde é chamado de “hanami”, que significa literalmente “olhar as flores”.  Os japoneses se reúnem em parques […]

Por Maurício Xavier Atualizado em 26 fev 2017, 16h56 - Publicado em 1 ago 2015, 13h58
Festa das Cerejeiras, no Parque do Carmo

Festa das Cerejeiras, no Parque do Carmo

Continua após a publicidade

Neste final de semana, o Parque do Carmo, na zona leste da capital, recebe milhares de pessoas para apreciar a florada das cerejeiras.

+ Saiba mais sobre a Festa das Cerejeiras

O encontro é uma tradição no Japão, onde é chamado de “hanami”, que significa literalmente “olhar as flores”.  Os japoneses se reúnem em parques para celebrar a chegada da primavera depois do rigoroso inverno.

Festa das Cerejeiras, no Parque do Carmo

Festa das Cerejeiras, no Parque do Carmo

Continua após a publicidade

Por aqui o frio não é tão intenso, mas as sakuras, como a flor é chamada por lá, também enchem os olhos com sua delicada cor rosa. O Parque do Carmo concentra cerca de 4000 cerejeiras em flor nesta época do ano.

Festa das Cerejeiras, no Parque do Carmo

Festa das Cerejeiras, no Parque do Carmo

Continua após a publicidade

Para se sentir no Japão em plena zona leste de São Paulo, é só seguir as cinco dicas:

1. Floridas por apenas uma semana ao ano, as cerejeiras simbolizam o efêmero. Para os japoneses, apreciá-las é uma maneira de compreender o caráter transitório das coisas. Quando visitar o Parque do Carmo, tenha isso em mente.

2. Comer e beber sob as árvores é um hábito comum nos parques do Japão, que ficam lotados. Traga sua toalha de piquenique e prepare o hashi.

3. Depois da introspecção do inverno, ver as cerejeiras floridas é o momento de reunir a família e os amigos ao ar livre. Forme sua turma e celebre também!

4. Junto com as sakuras, todo ano um hit é lançado no Japão mencionando a flor, o que deixa a temporada mais musical. Em São Paulo não temos uma canção específica, mas pode ser um bom momento para ouvir suas músicas prediletas sob a árvore.

5. Além de observar a cerejeira, você também pode saboreá-la. O sakura-moti é um doce de arroz envolvido pela folha perfumada e levemente salgada da árvore. Infelizmente não o encontramos na versão paulistana do festival, mas você pode comprar no bairro da Liberdade (Kanazawa, rua Galvão Bueno, 379) e comer sob a árvore. (Vinícius Tamamoto)

Festa das Cerejeiras, no Parque do Carmo

Festa das Cerejeiras, no Parque do Carmo

Continua após a publicidade

 

Continua após a publicidade

Publicidade