Imagem Blog

Bichos Materia seguir SEGUIR Materia seguir SEGUINDO

Tudo sobre o mundo pet
Continua após publicidade

Por que os cães cheiram seus ânus? Como voltam sozinhos para casa?

Alexandre Rossi explica as funções e possibilidades do olfato dos cachorros

Por Alexandre Rossi
14 jan 2019, 16h36

Nós, seres humanos, não levamos o olfato tão a sério, pois dependemos muito mais da visão: somos seres predominantemente visuais. Mas para muitas espécies de animais, inclusive os cachorros, o olfato é o sentido mais importante.

Captar emoções

Além de identificar odores no ambiente, o olfato pode reconhecer emoções e ritmos biológicos. Várias espécies de animais podem entrar no cio na mesma época, quando convivem juntas, e o olfato tem papel importante nesse fenômeno.

Cheiros também conseguem fazer com que animal se sinta mais ou menos relaxado. Por exemplo: se o cão tiver acesso a algum local da residência em que haja o cheiro do tutor, ele processará essa informação no seu cérebro e ficará mais relaxado quando estiver sozinho em casa.

Comunicação

Cães também utilizam vários odores para se comunicar. Cheiros de invasores podem gerar demarcação com urina em um local mais alto e sinalizar para outros o tamanho daquele que marcou antes. Por isso, muitos cachorros tentam fazer xixi em locais cada vez mais altos (alguns até “plantam bananeira”, o que pode ser cômico).

Continua após a publicidade

Outra forma de marcação com odor é raspar o chão com as patas, como se estivessem ciscando, para aumentar a área demarcada com o odor das glândulas sudoríparas, localizadas nas patas.

Outra questão que muita gente não sabe: quando cães se conhecem, se cheiram na região perto do ânus, pois ali há uma glândula com cheiro bem evidente e individual do animal. Trata-se, portanto, de um comportamento natural, um verdadeiro ritual entre os cães, equivalente ao aperto de mãos dos humanos e, portanto, não devemos impedi-los de se conhecerem assim.

Aqui vale uma dica: cuidado quando cães se conhecem durante o passeio para as guias não se enrolarem.

Localização

É pelo olfato também que os cães são capazes de encontrar o caminho de casa. Os cheiros familiares viajam quilômetros e quilômetros, mas vão se dissipando. Entretanto, os cães (e também os gatos) possuem uma espécie de bússola interna que permite a eles direcionar a marcha para o local de onde vem o odor que querem alcançar. E quando se aproximam do local familiar, identificam também os sinais visuais e sonoros.

Continua após a publicidade

Estimular é bacana!

Uma dica de brincadeira interativa que os cachorros costumam adorar e estimula o poderoso sentido do olfato é o “caça ao tesouro”. Basta mostrar ao cachorro um brinquedo que ele adora, esconder sem que ele veja o local e estimulá-lo a procurar. Rapidamente ele irá buscar pistas olfativas e será direcionado ao esconderijo!

Por Alexandre Rossi, zootecnista, especialista em comportamento animal e sócio-fundador da Cão Cidadão.

Alexandre Rossi, zootecnista (Divulgação/Divulgação)
Publicidade

Essa é uma matéria fechada para assinantes.
Se você já é assinante clique aqui para ter acesso a esse e outros conteúdos de jornalismo de qualidade.

Para curtir o melhor de São Paulo!
Receba VEJA e VEJA SP impressas e tenha acesso digital a todos os títulos Abril.
Impressa + Digital no App
Impressa + Digital
Impressa + Digital no App

Informação de qualidade e confiável, a apenas um clique.

Assinando Veja você recebe semanalmente Veja SP* e tem acesso ilimitado ao site e às edições digitais nos aplicativos de Veja, Veja SP, Veja Rio, Veja Saúde, Claudia, Superinteressante, Quatro Rodas, Você SA e Você RH.
*Para assinantes da cidade de São Paulo

a partir de R$ 39,90/mês

PARABÉNS! Você já pode ler essa matéria grátis.
Fechar

Não vá embora sem ler essa matéria!
Assista um anúncio e leia grátis
CLIQUE AQUI.