Clique e Assine a partir de R$ 6,90/mês

Transexual é morta a pauladas na Zona Norte da cidade

Alemax Machado da Silva, conhecida como Larissa, de 25 anos, foi morta por quatro pessoas neste domingo (17)

Por Redação VEJA São Paulo 18 dez 2017, 09h43

A transexual Alemax Machado da Silva, mais conhecido como Larissa, de 25 anos, foi morta a pauladas por quatro pessoas na manhã deste domingo (17) em Santana, na Zona Norte da capital.

Segundo a Secretaria de Segurança Pública (SSP), o caso aconteceu por volta das 7h30 em um hotel na Rua Voluntários da Pátria.

Um funcionário do estabelecimento contou que ouviu fortes estrondos vindos da garagem e quando o barulho parou desceu até a entrada, onde encontrou a vítima já sem vida.

Policiais civis estiveram no local e apuraram que Larissa, que fazia programas na região, foi atacada por quatro pessoas com vigas de madeira. O Departamento Estadual de Homicídios e de Proteção à Pessoa (DHPP) instaurou um inquérito policial e investiga o caso.

 

Continua após a publicidade

Publicidade