Clique e Assine a partir de R$ 8,90/mês

Tenente da PM é atingido por tiro acidental e morre durante treinamento

Samuel Rodrigo Rosa tinha 43 anos

Por Redação VEJA São Paulo 2 set 2020, 15h26

Um tenente da Polícia Militar morreu na noite de terça-feira (1º) após ser atingido por um disparo acidental durante um treinamento da corporação. Samuel Rodrigo Rosa, 43, pertencia ao 4º Batalhão de Choque e estava na corporação há 19 anos.

O caso ocorreu na Zona Norte da capital paulista, no Horto Florestal. Ele foi atingido por um disparo acidental no ombro e foi atendido no Hospital da Polícia Militar, mas não resistiu aos ferimentos. De acordo com a PM, que lamentou a morte, “todas as providências administrativas estão sendo tomadas bem como todo o apoio para os familiares e equipe”.

Rosa deixa a esposa, a policial 1º Sargento Mônica e três filhos: duas meninas, uma de 16 anos e outra de 9 anos, e um menino de 7 anos. “Durante sua carreira o policial ajudou a solucionar diversas ocorrências de resgate de reféns, atuando no GATE (Grupo de Ações Táticas Especiais”, informou a PM.

  •  

     

    Continua após a publicidade
    Publicidade