Clique e assine por apenas 6,90/mês

Temer é hostilizado ao visitar local onde prédio desabou

Ele foi chamado de golpistas por pessoas na região

Por Redação VEJA São Paulo - Atualizado em 1 May 2018, 10h28 - Publicado em 1 May 2018, 10h21

O presidente Michel Temer (PMDB) foi hostilizado na manhã desta terça-feira (1°), enquanto visitava o local onde desabou um prédio no centro de São Paulo. 

Temer dava entrevista a jornalistas, mas rapidamente deixou o local. Ele foi chamado de golpista por pessoas que estavam próximas e alguns objetos foram atirados em sua direção, assim que ele entrou no carro.

“Eu não poderia deixar de vir aqui, sem embargo dessas manifestações, porque afinal eu estava em São Paulo, e ficaria muito mal eu não comparecer aqui para dar exatamente apoio àqueles que perderam, enfim, suas casas”, disse Temer momentos antes de deixar o local. “Serão tomadas as providências aqueles que perderam seus entes queridos, mas também os que perderam sua habitação”.

Publicidade