Clique e Assine a partir de R$ 6,90/mês

Supermercados e postos fechados: como está Araraquara

Restrição de circulação e de abertura inclusive dos serviços essenciais vale por 60 horas

Por Redação VEJA São Paulo Atualizado em 21 fev 2021, 13h41 - Publicado em 21 fev 2021, 13h34

A partir das 12h deste domingo (21), a cidade de Araraquara, no interior de São Paulo, entrou em quarentena total de 60 horas. As restrições incluem os serviços essenciais, como supermercados e postos de gasolina, que permanecem fechados. Só será permitido sair para trabalhar ou ir ao médico.

As UTIs lotadas por seis dias e o aumento de caos, incluindo da variante brasileira do novo coronavírus, contribuíram para a decisão do lockdown.

View this post on Instagram

A post shared by ACidade ON Araraquara (@acidadeonararaquara)

Por conta do anúncio, a véspera da implantação da medida foi marcada por filas em supermercados e postos. Farmácias seguem abertas. Já os restaurantes não podem funcionar, nem em esquema delivery. A multa prevista para quem descumprir as determinações é de R$ 120,00 (pessoa física). No caso de empresas, pode chegar a R$ 6.000,00.

View this post on Instagram

A post shared by WTV BRASIL (@wtvbrasil)

Continua após a publicidade

Publicidade