Clique e Assine a partir de R$ 12,90/mês

Ocorrências policiais caem em Alphaville e números refletem em Barueri

Em 2010, 696 casos foram registrados, o que representa menos de dois por dia

Por Catarina Arimatéia Atualizado em 1 jun 2017, 18h35 - Publicado em 25 mar 2011, 23h58

Os responsáveis pela segurança do bairro comemoram a redução no número de ocorrências policiais nos últimos anos. Foram 696 em 2010 — incluindo aí acidentes de trânsito, roubos, furtos, brigas e atendimento a vítimas de mal súbito —, menos de duas por dia, praticamente a metade das 1.346 registradas em 2004.

+ Tudo sobre Alphaville

Com um orçamento anual de 7 milhões de reais, a Associação Residencial e Empresarial Alphaville (Area) tem 115 vigilantes, que circulam em treze veículos e se posicionam em seis bases com vidros à prova de bala. O esquema de proteção nas ruas inclui 42 telefones de emergência, instalados a um intervalo médio de 100 metros. Há também dois postos da Polícia Militar, uma viatura da PM e sete da Guarda Civil. A convivência entre as esferas particular, estadual e municipal é harmoniosa. “Não temos a pretensão de substituir o policiamento público, trabalhamos em parceria”, afirma o gerente de segurança da Area, Joaquim Domingues Filho.

Na sede principal do departamento, quatro operadores monitoram 42 telas, que trazem as imagens captadas por 42 câmeras espalhadas pelo bairro. Panorâmicas, elas cobrem 360 graus e podem ser posicionadas de 63 maneiras; o zoom proporciona um efeito de aproximação de 24 vezes. O sistema de rádio é conectado às polícias Militar, Civil e Rodoviária, à Guarda Municipal, ao Corpo de Bombeiros e ao Departamento Municipal de Trânsito. A ala residencial, com quinze módulos, tem acesso controlado nas portarias e vigilância própria — de quarenta a sessenta agentes por condomínio.

Alphaville Segurança 2210
Alphaville Segurança 2210

Cerca de 65% da taxa paga pelos moradores financia essa proteção. O declínio da violência se reflete nos números gerais de Barueri, município onde se localiza a maior parte do bairro — um trecho fica em Santana de Parnaíba. “O índice de criminalidade da cidade caiu 31% nos últimos cinco anos, e Alphaville segue essa tendência”, diz o secretário dos Assuntos de Segurança, Edson Santos da Silva.

Continua após a publicidade
Publicidade