Clique e Assine a partir de R$ 12,90/mês

Secretaria da Saúde afirma que não há caso de nova variante no estado

A B.1.1.529, agora chamada de variante ômicron, tem 50 mutações

Por Redação VEJA São Paulo 27 nov 2021, 16h36

Foi divulgado neste sábado (27) pela secretaria de saúde de São Paulo que não há registro da nova variante — ômicron — no estado. A informação veio de forma mais específica pelo Centro de Informações Estratégicas em Vigilância em Saúde do Estado de São Paulo (CIEVS).

Essa nova variante — B.1.1.529 — tem 50 mutações, algo que não foi visto antes. Essas alterações ocorrem, em sua maioria, na proteína S (spike), que é por onde o vírus entra na célula e é também o alvo de atuação das vacinas.

DADOS SOBRE A VACINAÇÃO

O estado de São Paulo também informou, mas ontem (26), que 75% da população tem esquema vacinal completo, o que significa 34,7 milhões de pessoas foram imunizadas com as duas doses.

Quanto à ocupação dos leitos de UTI, a taxa é de 21,9% no estado e na Grande São Paulo de 27,8%.

Continua após a publicidade

Publicidade