Clique e Assine a partir de R$ 12,90/mês

Prefeitura vai encerrar programa de bolsa a usuários de drogas

Dependentes recebiam 500 reais em troca de serviços como varrição de ruas

Por Estadão Conteúdo 4 mar 2018, 10h25

A Prefeitura de São Paulo vai acabar com a bolsa para usuários de drogas, que recebiam 500 reais por mês em troca de serviços de varrição de ruas, reciclagem e jardinagem. A bolsa era vinculada ao programa de Braços Abertos, instituído pela gestão do ex-prefeito Fernando Haddad (PT) para tratar dependentes químicos da região da cracolândia.

O programa de redução de danos, iniciado em 2014, também dava aos usuários direito a alimentação e moradia em hotéis mantidos pela prefeitura.

De acordo com a Secretaria Municipal de Trabalho e Empreendedorismo, o convênio com a Associação de Desenvolvimento Econômico e Social às Famílias (Adesaf) – organização responsável pelo Programa de Operação Trabalho, ligada ao Braços Abertos – chega ao fim no dia 31 de março e não será renovado.

Publicidade