Clique e Assine a partir de R$ 6,90/mês

Sem explicar procedência, posto na Zona Norte abastece com etanol

O posto informou que o abastecimento deve durar até as 23h desta segunda (28)

Por Adriana Farias Atualizado em 28 Maio 2018, 20h45 - Publicado em 28 Maio 2018, 20h44

Um posto de gasolina no Canindé, na Zona Norte, iniciou o abastecimento com etanol às 20h desta segunda (28). Em meia hora conseguiram encher os tanques de 100 veículos e outros cerca de 200 já aguardavam na fila do estabelecimento na Rua Pedro Vicente, 307, próximo da rodoviária do Tietê.

O gerente administrativo do pedaço e outros dois funcionários, no entanto, não souberam explicar o procedimento do produto comercializado. “O caminhão veio da Usina, mas não sei o nome não e nem onde fica”, diz Marcos Alexandre de Souza. “Não sou eu que faço esse tipo de compra, é um funcionário específico. Já liguei quatro vezes, mas ele não atende”.

Adriana Farias/Veja SP

O posto recebeu 10 000 litros de etanol e informou que o abastecimento deve durar até as 23h desta segunda (28). Eles estão cobrando 3,99 pelo produto, preço que seria considerado para gasolina. O caminhão chegou ao posto na noite deste domingo (27), mas a equipe só decidiu liberar o abastecimento hoje porque não sabiam que preço cobrar pelo produto. Os funcionários também não estão fornecendo nota fiscal.

“Eu acabei de abastecer e, se der problema no meu carro, volto aqui e quebro a cara de todo mundo porque eles não souberam explicar da onde veio o combustível”, disse um motorista de um fox vermelho que não quis se identificar.

Continua após a publicidade
Publicidade