Clique e Assine a partir de R$ 8,90/mês

Polícia identifica nove suspeitos de ameaçarem o governador João Doria

O Departamento Estadual de Investigações Criminais cumpriu mandados de busca e apreensão em Cotia e Barueri

Por Redação VEJA São Paulo 5 abr 2021, 16h16

O Departamento Estadual de Investigações Criminais (Deic) identificou suspeitos de ameaçarem o governador João Doria (PSDB) e cumpriu mandados de busca e apreensão nesta segunda-feira (5). As ações aconteceram em Cotia e Barueri, na região metropolitana de São Paulo. 

O Deic apreendeu quatro veículos, armas de pressão e também abriu um inquérito para identificar a possível existência de uma associação para a prática de ações criminosas. Nove pessoas foram levadas para prestar depoimento. Todas são apontadas como participantes do movimento ‘Fora Doria’.

No final de março, Doria decidiu se mudar para o Palácio dos Bandeirantes, sede do governo paulista. O anúncio foi divulgado através de um comunicado à imprensa no dia 29. De acordo com o governador, o “fanatismo ideológico” e as manifestações em frente sua casa o levaram a tomar a decisão.

“Diante do radicalismo, decidi me mudar para o Palácio dos Bandeirantes. Ao menos, temporariamente. Regredimos a tempos obscuros em que a integridade física daqueles que defendem a vida e a democracia está sob ameaça”, disse o João Doria na época.

+Assine a Vejinha a partir de 6,90 

  • Continua após a publicidade
    Publicidade