Clique e Assine a partir de R$ 8,90/mês

Polícia interrompe festa clandestina com quase 150 pessoas na Zona Sul

Vídeo divulgado pela polícia mostra aglomeração e pessoas sem usar máscaras em chácara na região de Parelheiros

Por Redação VEJA São Paulo Atualizado em 17 abr 2021, 17h56 - Publicado em 17 abr 2021, 11h47

O Grupo Armado de Repressão a Roubos e Assaltos (Garra) da Polícia Civil de São Paulo interrompeu uma festa clandestina com quase 150 pessoas na região de Parelheiros, na Zona Sul da capital paulista, na madrugada deste sábado (17). As informações são do G1.

Em um vídeo divulgado pela polícia, é possível ver aglomerações e diversas pessoas sem máscaras. Também de acordo com a corporação, 142 pessoas participavam do evento, sendo 89 homens e 53 mulheres. Os organizadores do evento foram identificados e tiveram que assinar um termo circunstanciado pelo descumprimento das regras sanitárias impostas pela pandemia de coronavírus. Os participantes da festa foram liberados.

No local, foram apreendidos o equipamento de som e máquinas de cartões de débito e crédito.

+Assine a Vejinha a partir de 8,90

Na última quinta-feira (15), a polícia já havia interrompido uma festa clandestina em mansão no bairro do Morumbi, também na Zona Sul da capital. A fiscalização também fechou um bingo na região de Pinheiros, Zona Oeste.

Nesta sexta-feira (16), o governo estadual anunciou a fase de restrição a partir do domingo (18), com a abertura de comércios e atividades religiosas em horários reduzidos de funcionamento. Eventos com aglomerações como festas, continuam proibidos por conta da pandemia.

+Assine a Vejinha a partir de 8,90

Continua após a publicidade
Publicidade