Clique e Assine a partir de R$ 8,90/mês

Polícia encontra 600 pessoas em balada clandestina na Faria Lima

Ingressos do evento custavam até 300 reais

Por Redação VEJA São Paulo Atualizado em 30 Maio 2021, 12h35 - Publicado em 30 Maio 2021, 12h30

Uma fiscalização na madrugada deste domingo (30) encontrou mais de 600 pessoas em uma balada clandestina na Avenida Faria Lima. A ação, coordenada pelo Comitê de Blitze, que reúne a Polícia Civil, Guarda Civil Municipal, Polícia Militar e Vigilância Sanitária, flagrou também uma segunda festa, na Bela Vista, com mais de 150 pessoas.

A balada em Pinheiros ocorria em uma casa noturna de alto padrão. No Mubarak Bar, no número 734 da Faria Lima, a equipe se deparou com mais de 600 pessoas aglomeradas no ambiente fechado, sendo que 500 delas não faziam uso de máscara, informa o governo de São Paulo. O local operava de portas fechadas, para tentar disfarçar a aglomeração. Os ingressos chegavam a custar 300 reais por pessoa, de acordo com o portal R7

Imagem mostra dois andares de balada lotados de pessoas que, na grande maioria, não usam máscaras
Festa clandestina na Avenida Faria Lima Polícia Civil/Divulgação

Os agentes apreenderam bebida alcoólica, mesa de som, máquinas de cartão e quatro responsáveis pelo evento foram conduzidos para a delegacia para serem multados por infração de medida sanitária.

No caso da festa na Bela Vista, os policiais encontraram cerca de 150 pessoas em um bar na Rua Treze de Maio. Os casos foram registrados pela 2º Delegacia da Divisão de Investigações sobre Crimes contra a Fazenda (Disccfaz), do Departamento de Polícia de Proteção à Cidadania (DPPC).

Continua após a publicidade
Publicidade