VEJA São Paulo estreia quatro podcasts nesta semana

Para saber e aproveitar tudo o que mexe com a vida dos paulistanos, é só colocar o foninho de ouvido

Desde 1985 VEJA SÃO PAULO dedica-se a cobrir o que há de melhor (e tudo o que precisa melhorar) na maior cidade do Brasil. Para além das páginas da revista, a marca tem forte presença digital. São quase 8 milhões de visitantes únicos por mês no site e perto de 720 000 seguidores engajados no Instagram, sem falar na turma que prefere acompanhar as notícias da cidade no Twitter ou pelos vídeos com os melhores programas do fim de semana no YouTube. A partir desta semana, a Vejinha estreia também no universo dos podcasts, somando quatro novos programas aos sete já produzidos pela Editora Abril. “Somos uma plataforma de conteúdo que está onde quer que o paulistano esteja. Os novos podcasts são mais um veículo para aproximar a nossa comunidade que é apaixonada por São Paulo e quer informação e diversão direto no celular, com seu foninho de ouvido”, diz o redator-chefe, Raul Juste Lores.

É ele quem faz as perguntas difíceis sobre o futuro da nossa cidade e propõe caminhos possíveis no #SPSONHA, que vai ao ar sempre às terças. “São Paulo ainda não desenvolveu a cultura de discutir a si mesma. Nossa bandeira é mirar no que dá para melhorar e colocar uma lupa sobre áreas esquecidas que têm grande potencial”, completa Juste Lores. Antes dos fins de semana, às sextas, os paulistanos apaixonados por comer e beber bem podem acompanhar o Cozinha do Lorençato, apresentado pelo editor sênior Arnaldo Lorençato. “O programa de estreia é com a Paola Carosella, que já contou em primeira mão o seu próximo projeto. Não vou dizer qual é, para não dar spoiler”, afirma Lorençato. Toda semana, um chef sai da cozinha de seu restaurante para sentar-se junto ao balcão do maior crítico gastronômico do país e compartilhar histórias e boas receitas.

Todos os temas de comportamento rendem altos papos e risadas com as repórteres Juliene Moretti e Mariana Rosário, do É Tudo Isso Mesmo?, às quartas. “Queremos entender o que está por trás das maiores paixões e medos das pessoas”, afirma Mariana. “Será que tudo precisa ser tão exagerado ou podemos colocar as coisas em proporção?”, completa Juliene. E a emoção de estrear o primeiro podcast, é tudo isso mesmo? Nisso, a dupla é unânime: “Sim!”. Para quem tem achado São Paulo, e o mundo todo, muito maluco e frenético, a melhor pedida é o Jornada da Calma. Toda segunda-feira, bem cedinho, a editora da coluna A Tal Felicidade, Helena Galante, conversa com quem está disposto a encontrar caminhos para trazer mais serenidade ao dia a dia. “Ouvir atentamente é uma excelente ferramenta para aquietar os pensamentos e relembrar um estado tranquilo que existe dentro de nós”, acredita Helena.

Para aqueles que sempre tiveram curiosidade de saber quem faz a Vejinha, os quatro podcasts trazem ainda belos retratos em preto e branco dos jornalistas, clicados por Alexandre Battibugli, com direção de Marcelo Cutti. “Os leitores e ouvintes da marca agora podem conhecer os rostos e as vozes da Vejinha”, afirma Raul Juste Lores. Os programas estão disponíveis nas plataformas Spotify, Deezer, Apple Podcasts, YouTube e SoundCloud.

PARA DEBATER A CIDADE

Redator-chefe da Vejinha e autor de São Paulo nas Alturas, Raul Juste Lores abre o #SPSONHA, às terças. “São Paulo fala pouco de si própria, temos bons exemplos a seguir e questões a resolver.”

Acompanhado de excelentes convidados, Arnaldo Lorençato chefia o Cozinha do Lorençato

Acompanhado de excelentes convidados, Arnaldo Lorençato chefia o Cozinha do Lorençato (Alexandre Battibugli/Veja SP)

SURPRESA GASTRONÔMICA

Toda sexta, o editor sênior à frente de VEJA COMER & BEBER, Arnaldo Lorençato, convida chefs para um bate-papo no Cozinha do Lorençato. “Meus convidados vão adiantar novidades e passar boas receitas. Não vai faltar pimenta.”

Para falar sobre paz e felicidade, Helena Galante assume o Jornada da Calma

Para falar sobre paz e felicidade, Helena Galante assume o Jornada da Calma (Alexandre Battibugli/Veja SP)

SÓ RESPIRE

Editora da coluna A Tal Felicidade, Helena Galante embarca no Jornada da Calma para achar paz no vendaval, às segundas. “Quando nos lembramos de que não somos sozinhos, fica mais fácil o caminho.”

Juliene Moretti e Mariana Rosário comandam o É Tudo Isso Mesmo?

Juliene Moretti e Mariana Rosário comandam o É Tudo Isso Mesmo? (Alexandre Battibugli/Veja SP)

DEVIDAS PROPORÇÕES

As repórteres Juliene Moretti e Mariana Rosário olham para as grandes e pequenas questões do comportamento atual em É Tudo Isso Mesmo?. “Sempre dá para aprender a falar de boa de qualquer assunto.”

Publicado em VEJA SÃO PAULO de 19 de junho de 2019, edição nº 2639.

Comentários
Deixe um comentário

Olá,

* A Abril não detém qualquer responsabilidade sobre os comentários postados abaixo, sendo certo que tais comentários não representam a opinião da Abril. Referidos comentários são de integral e exclusiva responsabilidade dos usuários que escreveram os respectivos comentários.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s