Clique e Assine a partir de R$ 6,90/mês

O que pode e o que não pode circular nas ciclovias da cidade

Quem for pego em flagrante burlando as normas estará sujeito a receber uma multa de 574,62 reais

Por Silas Colombo Atualizado em 5 dez 2016, 12h06 - Publicado em 4 set 2015, 23h00

A malha para bicicletas da capital chegou recentemente aos 350 quilômetros de extensão. Com a expansão do sistema, surgiram também regras específicas de circulação nesses espaços. Confira abaixo outros veículos que têm passagem livre nas pistas, os vetados e os que podem trafegar nessas áreas com algumas restrições. Quem for pego em flagrante burlando as normas estará sujeito a receber uma multa de 574,62 reais.

+ CET instala espelho em ponto cego da ciclovia do Minhocão

SINAL VERDE: triciclos, quadriciclos, skates, patins, patinetes e cadeiras de rodas

SINAL AMARELO: bicicletas e patinetes elétricos com limite de potência de 350 watts, desde que não ultrapassem a velocidade de 25 quilômetros por hora

SINAL VERMELHO: carroças e as chamadas “mobiletes” (veículos ciclomotores com potência menor do que 50 cilindradas)

Continua após a publicidade
Publicidade